quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Salvos pela Graça



"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus." Efésios 2.8

A excelência da salvação é que ela não vem do homem, mas é dom de Deus; por isso, é obra perfeita e boa. Não há ninguém que, tendo experimentado a salvação e alcançado o perdão de seus pecados, diga ter sido enganado. Aqueles que se deram ao pecado e se deixaram levar pelas mentiras do inimigo lastimam tê-la perdido. Até mesmo os incrédulos esperam que o Senhor seja bondoso o bastante para salvá-los no último Dia.

Deus enviou Sua graça a fim de nos conquistar para a Verdade e nos dar a felicidade eterna. Além de ser um favor imerecido, é o mover divino em prol da nossa vida e, por isso, é perfeita em sua essência e poderosa em sua missão. Os que a deixam operar em seu viver descobrem o seu valor pelo benefício que ela lhes concede. Ela está sobre todas as pessoas; no entanto, de nada lhes adiantará se não se submeterem ao Senhor.

A única maneira de a graça divina operar em favor de alguém é por meio da fé, a qual é um dom dado por Deus àqueles que dão ouvidos à Sua Palavra. A fé é a certeza que nos vem ao coração quando damos atenção ao que o Senhor nos fala. Tanto a salvação – a maior obra que o Onipotente faz em nós – como as demais bênçãos nos são concedidas deste modo: pela graça, mediante a fé. Sem a graça, nada somos; com ela, somos o que somos.

Por mais raivoso e decidido que esteja em nos destruir, o diabo não consegue impedir que a graça do Senhor alcance e liberte seus súditos. Ainda que o maligno use alguém da maneira mais torpe, se essa pessoa ouvir a Palavra e recebê-la em seu interior, em uma fração de segundos, a fé entrará no coração dela e, com a graça que já está sobre essa vida, no mesmo instante, ela será liberta se clamar ao Pai pela salvação e pelo perdão.

A partir do momento em que somos salvos, a graça de Deus passa a reinar em nós. Ela nos faz sentir libertos, perdoados e puros. Então, aquele que não tinha fé no Senhor, ou não tinha coragem de orar a Ele, pode pedir, e Jesus o batiza com o Espírito Santo. A partir de então, ele se torna verdadeiramente salvo e uma bênção para os demais. A graça divina não falhará nunca e, no grande Dia, ela nos apresentará ao grande Rei.

Eu defino a graça como o poder de Deus em ação em favor do homem. Uma vez tendo-a recebido, ela jamais o deixará. Esse estado espiritual fará com que você ande no meio do pecado e das forças das trevas sem que nada o atinja. Dessa maneira, as promessas divinas lhe são confirmadas, o seu ministério se alarga, e você passa a fazer coisas que jamais julgou possíveis, cumprindo a sua chamada.

Todos deveriam assumir esse dom de Deus, pois é o único meio de abundarem em boas obras. Se fizer isso, você será um obreiro de valor e, quando o inimigo o tentar, logo perceberá e sairá da investida maligna sem nenhum sentimento de culpa. O valor da graça é imensurável, mas é mediante a fé que ela opera todas as coisas em nós e por nós.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores