segunda-feira, 15 de junho de 2015

O Deus de Jacó



“Senhor, Deus dos Exércitos, escuta a minha oração; inclina os ouvidos, ó Deus de Jacó!” (Salmo 84.8).

Em todo o mundo espiritual, só há um que possui o poder absoluto: o único Deus, o Criador de tudo o que existe. Na verdade, além dEle nunca houve e jamais haverá outro Deus. 

Portanto, todas as orações que fazemos devem ser endereçadas a Ele; afinal, quem O tem como o seu Senhor tem o Todo-Poderoso ao seu lado. Então, nessa condição, jamais perde qualquer batalha, pois o Altíssimo é quem comanda todos os exércitos celestiais.

O Senhor é dono de um poder sem limites, e Seu beneplácito é executado por vários exércitos, os quais se compõem de anjos que recebem a missão de curar, libertar, produzir maravilhas e atender aos mais diversos pedidos feitos a Deus. Por isso, as nossas súplicas devem ser direcionadas ao Todo-Poderoso, pois é Ele quem determina aos Seus agentes a obra que devem realizar. 

O Altíssimo, o qual criou todas as coisas e as mantém pelo Seu poder
(Hebreus 1.3b), tem o Universo inteiro para cuidar, mas isso não é problema, pois Ele é onipresente – o que significa que, estando em todas as partes, é capaz de dar atenção a todos os que O buscam.

O próprio Senhor Se declara alto, sublime
(Isaías 57.15a), mas afirma que habita com quem tem o coração contrito. Por sinal, na Bíblia, vemos que Jesus Se colocou à disposição dos necessitados e convidou todos os cansados e sobrecarregados a se achegarem a Ele, a fim de serem aliviados (Mateus 112.28). Foi isso o que o salmista fez ao orar, pedindo que Deus escutasse a sua oração e desse ouvido à sua súplica (Salmo 61.1)

Outra atitude do salmista foi chamar o Altíssimo de Deus de Jacó. O Senhor ganhou esse título por ter ouvido Jacó quando o irmão deste, Esaú, ia contra ele com um bando de 400 homens
(Gênesis 32.6), pois havia jurado que, um dia, iria matá-lo. Ora, sem dúvida, Esaú venceria Jacó e, assim, cumpriria sua maligna promessa. No entanto, por ordem divina, o patriarca dos hebreus voltou para a sua terra, levando consigo apenas os filhos e alguns servos. Então, ao passar a noite em oração (v. 9-12), o Senhor Se revelou a ele em forma de anjo, com quem o patriarca lutou até prevalecer (v. 24-28). 

O Todo-Poderoso havia prometido a Jacó que o guardaria em todo o caminho, e o patriarca, por sua vez, creu, reivindicando essa promessa. Então, como ele prevaleceu em meio à luta, Deus mudou o coração de Esaú
(Gênesis 33.4). Meu irmão, nunca se esqueça de que o Altíssimo é cumpridor daquilo que Ele promete! Portanto, se você ainda não experimentou a bondade e o poder de Deus em dar solução às necessidades do Seu povo, aproveite agora e vá a Ele em oração e, com fé, exponha as suas necessidades, crendo que Ele irá atendê-lo.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores