quarta-feira, 30 de abril de 2014

Importante Obra



"Então, enquanto temos tempo, façamos o bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé." Gálatas 6.10

O relógio que assinala o final da nossa operação se aproxima da marca final e, quando o momento chegar, a última trombeta soará (1 Co 15.52). Com isso, não teremos mais oportunidade de fazer o bem nem de levar a doce Palavra aos corações. Líderes de religiões que negaram o Senhor Jesus se desesperarão, pois ficará constatado que aquilo que ensinaram era falso. Porém, os que nasceram de novo se regozijarão por terem sido escolhidos para participar do eterno Reino de Deus.

Entre os salvos, muitos entrarão em desespero por não terem aproveitado a graça que lhes foi dada. Ao recebermos essa infusão do amor divino, fomos capacitados a fazer a obra da mesma maneira que Jesus a realizava. Porém, por causa dos cuidados da vida, a fascinação das riquezas e a ambição, a Palavra enviada a nós ficou infrutífera e, assim, os perdidos e o Reino de Deus deixaram de ser beneficiados.

O tempo para que façamos o bem está esgotando-se. Nos Céus, não encontraremos ninguém perturbado para ser liberto, nem doente para ser curado. Os dons do Espírito Santo devem ser usados agora ou, quando chegar o grande Dia, poderemos não ser admitidos por causa do que não fizemos com os talentos confiados a nós (Mt 25.14-46). Por que correr atrás do que é vão? Quem ensinar a justiça a muitas pessoas resplandecerá, para sempre e eternamente, como as estrelas (Dn 12.3).

Todo indivíduo salvo por Jesus se encontra sob o mandamento de fazer o bem, pois Ele nos tirou do império das trevas e nos equipou com Seu poder para que façamos a Sua obra (Cl 1.13). O exemplo nos foi dado pelo Mestre, o qual andou por toda a parte fazendo o bem e livrando os oprimidos do diabo. Portanto, não teremos desculpas no Dia do acerto de contas; e os que preferiram andar em pecado haverão de se arrepender tremendamente, porém será tarde demais.

A Escritura diz que devemos encher-nos do Espírito Santo (Ef 5.18), e, para tanto, temos de clamar por isso, pois todo aquele que pede recebe, o que busca encontra, e o que bate terá a porta aberta para si (Lc 11.9,10). Nenhuma desculpa será aceita, nem mesmo se você teve de cuidar de seus pais 24 horas por dia. Não se deixe enganar, pois a Palavra que lhe foi dada traz consigo o poder para operar o que lhe anunciou (Is 55.11). Cuidado para não ser responsabilizado por quem o Pai lhe confiou e se perdeu.

Não há obra mais importante a realizar do que fazer o que Jesus nos ensinou – o bem –, pois quem segue as pisadas do Mestre será recompensado. Não importa a quem, onde e quando; ao sentir o impulso divino, vá e liberte os perdidos e leve-os para a casa do Pai. Afinal, só quem nasceu de novo pode gerar filhos espirituais; eles são herança do nosso Deus. Não se deixe iludir pelo inimigo, que não tem condições de fazer a obra.

Você foi ungido para evangelizar os pobres, curar os quebrantados do coração, dar vista aos cegos, pôr em liberdade os oprimidos e anunciar o ano aceitável do Senhor (Is 61.1-3). O Pai espera que você cumpra o mandamento que lhe foi dado; por isso, não se furte de fazer o bem a quem dele precise, pois na sua mão está a virtude para libertar os oprimidos.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores