sábado, 26 de janeiro de 2013

Anule a vitória do diabo em sua vida!




Porque eu confessarei a minha iniquidade; afligir-me-ei por causa do meu pecado. Salmo 38.18


Quando o diabo faz você cair em pecado, ele se torna vitorioso sobre a sua vida. A partir de então, as investidas malignas contra você serão todas bem-sucedidas. É preciso fechar a porta para ele não o levar mais ao erro, pois, se essa situação continuar, o seu fim pode ser muito trágico. Não importa o quanto de justiça uma pessoa tenha praticado; na hora em que ela se dá ao pecado, todos os seus bons atos não são lembrados.

A única maneira de anular a vitória de Satanás em você é confessar o seu erro tanto ao Senhor como à pessoa contra quem você pecou, subtraindo-lhe algo, traindo sua confiança ou faltando com o voto de fidelidade feito no altar diante do Senhor. Para ser completamente limpo, é preciso procurar a parte ofendida e acertar-se com ela. Ora, Deus é, acima de tudo, um Deus de justiça! Por isso, Ele jamais ajudará aquele que esconder a sua traição.

O salmista sabia do preço a pagar pela confissão do seu pecado. Nem sempre esse preço será baixo, pois a pessoa tomará a resolução que julgar necessária. É decisão pessoal do ofendido levar à Justiça quem lhe subtraiu algo ou perdoar-lhe. Quando o coração está verdadeiramente arrependido, o favor do Pai o ajudará nesse momento de grande tensão. Estando vestido da misericórdia divina, a outra parte o olhará com bons olhos.

Nesse salmo, Davi falou ainda sobre afligir-se por causa do pecado. Ele sabia que estava nas mãos do inimigo e, por isso, precisava afligir-se. Uma contrição verdadeira da alma poderá fazer a pessoa voltar na decisão que tomou de errar e, então, com a ajuda divina, anular o poder que o adversário ganhou contra ela. Não brinque com o pecado, pois, uma vez tendo sido consumado, ele leva à morte – à separação de Deus!

É muito triste ver alguém dar mais valor à vergonha pela qual poderá passar, ou a um preço que poderá pagar, do que ser liberto completamente da ação do diabo. Esse último ato vale qualquer preço. Só quem foi perdoado sabe o verdadeiro valor do perdão, pois o modo como viverá a partir do momento em que se livrar do erro vale qualquer custo que tenha pagado. O direito de viver em liberdade espiritual é muito importante.

Durante o ministério de João Batista, pessoas eram levadas a confessar publicamente as suas faltas (Mt 3.1-6). Hoje, você pode fazê-lo reservadamente, se o seu erro foi apenas contra alguém, e não contra a Igreja ou a sociedade. O melhor é que a confissão verdadeira e o consequente perdão levam o transgressor a anular a vitória de Satanás em sua vida!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores