segunda-feira, 3 de setembro de 2012

O Senhor nos reconciliou



"A vós também, que noutro tempo éreis estranhos e inimigos no entendimento pelas vossas obras más, agora, contudo, vos reconciliou no corpo da sua carne, pela morte, para, perante ele, vos apresentar santos, e irrepreensíveis, e inculpáveis." Colossenses 1.21,22

Depois de ter sido criado perfeito, o homem se submeteu às mentiras do diabo e, com isso, perdeu-se completamente no erro. O mesmo ainda tem acontecido com muitos cristãos, os quais nem percebem que foram recriados em Cristo, justificados, inocentados. Apesar de terem sido feitos sem erro, infelizmente se deixam levar pelo mestre dos enganos e, por isso, caem nas garras de Satanás.

Com a queda de Adão, fomos tirados da nossa posição especial e passamos a ser estranhos, inimigos em razão de nossas obras más, e fomos separados da vida. A natureza de Satanás veio e nos corrompeu completamente, a ponto de sermos chamados de filhos do diabo (1 Jo 3.10). De fato, não havia nada de bom em nós; nem mesmo quem fosse considerado o mais “inocente e puro” podia apresentar-se perante o Senhor.

No entanto, o Pai viu a nossa trajetória eterna de sofrimento e nos amou de tal maneira que criou um perfeito plano de redenção a fim de nos resgatar da perdição eterna. Mas, para isso, alguém teria de nos substituir – e como não havia um justo sequer, a única Pessoa que poderia salvar-nos era Seu Filho, Jesus. Cristo aceitou passar pelo tremendo sofrimento e, ao morrer no Calvário, comprou-nos de volta para Seu Pai.

Ao entregar Sua vida em nosso favor, o Salvador nos reconciliou, pagando toda a nossa dívida e livrando-nos para sempre da queda. Agora, podemos e devemos viver livres de toda imundícia, completamente libertos e puros de qualquer obra maligna. Sendo assim, não há por que um cristão entregar-se ao pecado, que é um engodo tremendo e o levará à perdição caso ele não se arrependa sinceramente.

Já fomos reconciliados no corpo da Sua carne. Agora, para quem crê no que Jesus fez, a reconciliação com Deus é real. O Santo Espírito usou Paulo para escrever que tudo isso foi feito para nos apresentar ao Pai como santos, irrepreensíveis e inculpáveis. Essa é a real posição de quem crê e vive de acordo com a Santa Palavra. Não há mais condenação para tal pessoa (Rm 8.1).

Você não será santificado somente por recusar o pecado, mas por crer no sacrifício de Jesus. Sem a obra completa da santificação que Ele fez por você, e a correspondente ação da sua parte, você não verá o Senhor (Hb 12.14). Então, não se deixe levar pelo que é transitório, ainda que isso lhe pareça o melhor. Os que foram fiéis até a morte receberão a coroa da vida (Ap 2.10).

Permita que o Espírito de Deus aja em sua vida; Ele o dirigirá sempre na verdade, pois, agora, você já é um membro do Corpo de Cristo, e não mais um estranho.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores