quinta-feira, 16 de agosto de 2012

O exemplo do Mestre



E percorria Jesus toda a Galileia, ensinando nas suas sinagogas, e pregando o evangelho do Reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo .Mateus 4.23


Não há nada melhor do que aprender algo com quem realmente sabe o que faz. As boas escolas não contratam qualquer pessoa para ser mestre, mas, sim, os que realmente têm um notório saber. O Criador de todas as coisas, o Ser onisciente, cuja sabedoria não se pode medir nem calcular, não enviaria um Mestre para Sua escola se Ele não fosse o melhor e o mais capacitado para nos ensinar a respeito de tudo.

Certa vez, Jesus disse que nos havia deixado o exemplo para que, conforme Ele fez, fizéssemos também. Porém, para muitos, essa declaração não tem importância alguma, e, por isso, vivem no sofrimento, na derrota, e o que é pior, não acordam para ver que suas decisões são as responsáveis por tudo o que o inimigo tem feito na vida deles. Cristo disse que quem anda de dia não tropeça(Jo 11.9).

Jesus saiu a pregar a Boa Notícia sem jamais Se furtar de fazer o bem, pois para isso foi enviado. Ele andava por aquelas estradas empoeiradas, no meio de gente má, enfrentando o mesmo desconforto pelo qual os demais passavam. Porém, a cada passo que dava, o Mestre transformava as pessoas, e o mundo ficava melhor com o que Ele ensinava, pois muitos abandonavam o pecado, e, assim, o Altíssimo era glorificado.

Não teremos desculpas no Dia do Juízo pelo que estamos deixando de realizar. Temos vestido o que há de mais luxuoso, como os que vivem em palácios, quando deveríamos vestir-nos das boas obras que, de antemão, foram executadas para que andemos nelas. Não podemos aprender com os doutores deste mundo, mas com o que o Mestre dos mestres nos ensinou. Quem passa a fazer a verdadeira vontade de Deus se realiza.

Temos visto pessoas gananciosas que só desejam fazer a própria vontade, como se a obra divina fosse motivo de alguma competição. Ora, os que servem, de fato, ao Senhor jamais se deixam levar pelas notícias do sucesso alheio! Ao contrário, sendo servos, o que lhes interessa é agradar ao Senhor – o que não ocorre com os embusteiros e mercenários, que só querem fazer-se à custa dos incautos. Nem de longe queira seguir o mau exemplo.

O propósito do Mestre era ensinar, pregar e usar o poder de Deus. Não há estratégia melhor do que essa para fazer Sua obra. As pessoas precisam ser educadas na Verdade para entender o que é de Deus, do homem ou do diabo. Então, depois, devemos pregar a Boa Notícia e usar o poder do Altíssimo, para o qual não há substituto.

Não invente outro plano nem aceite nenhuma sugestão de que há outro meio de fazer a obra divina. O que for nascido da carne sempre será carne e para nada prestará (Jo 3.6; 6.63). Siga o exemplo do Filho de Deus para que a obra divina seja feita de verdade!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores