quarta-feira, 4 de julho de 2012

Somos insensatos além da conta


"Mas o meu povo não quis ouvir a minha voz, e Israel não me quis. Pelo que eu os entreguei aos desejos do seu coração, e andaram segundo os seus próprios conselhos." Salmo 81.11,12

Ouvir o Criador é aprender com o Ser mais sábio que existe em todo o Universo. Além de ser o que é, Ele é o nosso Pai; por isso, jamais nos daria um conselho que não fosse o melhor. Sem dúvida, nada se assemelha à sabedoria que sai dos lábios do Altíssimo, a qual é ministrada a quem se dispõe a ouvi-lO. Os que aprendem com Ele, que é manso e humilde de coração (Mt 11.29), tornam-se bem-sucedidos. 

Por causa do pecado de Adão, a inclinação do homem é não ouvir a voz de Deus. A pessoa sabe que o Senhor jamais engana, que Ele conhece todas as coisas e Seus conselhos são os melhores, mas, na hora de decidir entre uma tentação e o que Deus fala, quase sempre vence a inspiração diabólica. Depois, vem a tristeza, o desespero, e, então, quem não Lhe deu ouvidos suplica pelo perdão e promete emendar-se.

É incrível, mas o homem foge da vida, e a natureza humana procura a morte. É preciso negar ao manhoso corpo e seus desejos, ou, então, todo o ser queimará na fogueira eterna. Quem deseja ser bem-sucedido na vida e não quer juntar-se aos perdidos precisa tomar urgentemente uma posição e vencer a resistência do mal que não o deixa curvar-se ao Deus santo. Cuidado com a morte eterna!

O homem que procura realizar os desejos do seu coração, ainda que sejam imundos ou perversos, não dá ouvidos ao Santo Espírito. O pior é que ele parece cego, pois não vê o buraco sem fundo diante dele. Ele troca o Senhor por uma felicidade momentânea e falsa, que lhe provoca as maiores dores.

A verdade é que o ser humano sempre procura andar segundo os próprios conselhos. Todos são rápidos para decidir sem refletir e, por isso, agradam ao inimigo, quando deveriam deixá-lo furioso. No entanto, a cada proposta, é preciso refletir no que diz a santa Palavra de Deus, pois, sem ela, haverá tropeço a cada decisão. Veja o que você tem assumido sem consultar o Senhor e, então, prepare-se para ter aborrecimentos.

Ao lado de cada coisa útil, permitida e abençoada concedida a nós pelo Pai, o inimigo cria e coloca seus imundos desejos. É preciso julgar sempre pelo que diz o Senhor, para que você não tropece nos obstáculos colocados em sua vida. Nunca se deixe levar pelas mentiras do inimigo.

Siga as orientações que Deus lhe dá pela Palavra, ainda que elas estejam contra a sua vontade; agindo assim, você jamais vacilará. O Altíssimo não o adverte à toa. Ele quer o seu melhor e, por isso, fala a você pela Escritura. Diga sim Àquele que o ama de verdade.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores