segunda-feira, 9 de julho de 2012

Por que te iraste?



Você já parou para pensar como é curioso e espantoso que, por muitas e muitas vezes na vida nós passamos por momentos em que nos sentimos injustiçados, menosprezados ou até mesmo depreciados?!
Quero meditar contigo a respeito disso porque, por muito tempo, na minha ingenuidade, pensava que ser Cristão nos garantia um “status” de ser inatingível. Talvez você já o tenha pensado assim; que uma vez recriados em Cristo e feitos nEle novas criaturas as contrariedades desta vida seriam mais facilmente sobrepujadas.
Na realidade não o é tão simples assim, e creio que, se o fundamento da nossa Fé não estiver muito bem alicerçado (Mateus 7.24) não poderíamos vencer aquilo que penso ser o maior inimigo de um Cristão, o esmorecer.

Quero destacar aqui que esse pensamento de sermos inatingíveis é muito perigoso para nossa Fé, pois digamos que, o “excesso de confiança” no que não é uma verdade absoluta, certamente nos trará um desapontamento, que por sua vez, facilmente se transforma numa semente maligna em nós.
Temos sim que estar atentos ao mundo em nossa volta sempre tendo fixos os olhos em Cristo (Hebreus 12.2).
Durante nossa caminhada, fatalmente o inimigo irá procurar maneiras de nos colocar em situações onde uma série de acontecimentos culmine com um desapontamento, um aborrecimento, uma injustiça ou qualquer outra coisa que nos faça sentir inferiorizados ou depreciados.

Creio que todos já passamos por isto alguma vez e poderíamos relatar algumas ou várias histórias de pessoas que passam por este momento e acabam sem saber como agir.
Mas para exemplificar, gostaria de usar a já conhecida por todos nós, história de Caim.
Ele passou por, digamos, um desapontamento, mas não soube lidar com isso, mesmo tendo sido aconselhado por Deus.
Abel e Caim haviam feito ofertas a Deus, mas o Senhor atentou somente para a oferta de Abel, o que fez Caim irar-se (forte sintoma de quando nos sentimos contrariados não é mesmo?!) em seguida tendo descaído o semblante (temos aqui o famigerado desanimo!).

“Então o Senhor perguntou a Caim: Por que te iraste? e por que está descaído o teu semblante?” Genesis 4.6
Percebemos que o Senhor não atentou para a oferta de Caim, mas nem por isso o havia abandonado. 
De outra forma, Deus não o teria inquirido, tendo em seguida o aconselhado como vemos a seguir:
“Porventura se procederes bem, não se há de levantar o teu semblante? e se não procederes bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar.” Genesis 4.7

Vemos aqui algo muito importante que não devemos esquecer enquanto Cristãos; eu posso sim algumas vezes me sentir desapontado, aborrecido, inferiorizado, depreciado ou injustiçado, mas isso de forma alguma é motivo para esmorecer e entregar o jogo.
Isso na verdade deve ser motivo para que nos levantemos e façamos algo a respeito do que esta acontecendo.
É isso que Deus espera de nós e creio que seja por isso que o Senhor permita que seus filhos passem por momentos assim.

Note que até irar-se e descair-lhe o semblante, Caim ainda não havia caído em pecado, mas por não proceder bem o pecado entrou em seu coração e o dominou.

Temos então que, ao passar por um revés na vida isso não significa estarmos errados, mas isso pode fatalmente se transformar em uma porta para o erro se não tivermos domínio sobre o que sentimos.
Por este motivo volto a dizer, o pensamento de sermos inatingíveis é muito perigoso e abre portas para que em determinadas situações venhamos a agir errado.
Devemos ter em mente que somos sim filhos do Deus altíssimo, co-herdeiros com Cristo, mas que também somos totalmente dependentes de seu Amor e de sua Graça.

Se você abandonou o caminho por algo parecido com o que tratamos nesta mensagem, VOLTE!
Deus sempre aguarda seus filhos de braços abertos. (Lucas 15.21-24).

Se você esta desanimado por algo que lhe aconteceu ou que lhe fizeram, PERDOE, ESQUEÇA!
O Senhor diz: “Porventura se procederes bem, não se há de levantar o teu semblante?” Genesis 4.7

Se isso nunca lhe aconteceu, mantenha seus olhos em Cristo, vigie e ore (Mateus 26.41)
“...sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar.” Genesis 4.7

Devemos estar atentos, satanás quer esmorecer os nossos corações e dado o tamanho de seu esforço para tal, podemos imaginar que certamente há um imenso propósito por traz disso.

“Porque a criação aguarda com ardente expectativa a revelação dos filhos de Deus. Porquanto a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa daquele que a sujeitou, na esperança de que também a própria criação há de ser liberta do cativeiro da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.” Romanos 8.19-21

Um abraço,

IIGD Piraquara
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores