quinta-feira, 17 de maio de 2012

Não seja como ramo seco

“Mas eu sou como a oliveira verde na Casa de Deus; confio na misericórdia de Deus para sempre, eternamente” (Salmo 52.8).

O Senhor tem um padrão de comportamento estabelecido para cada um de Seus filhos. Por isso, meu irmão, é bom você ver que tipo de pessoa tem sido na Casa de Deus. Se você deixar, Ele irá dirigi-lo pessoalmente na realização da Sua vontade. Basta estar em comunhão para que isso ocorra. Por sinal, foi por essa razão que o salmista afirmou ser como a oliveira verde – aquela que, no momento oportuno, dá frutos para o Senhor.

O Altíssimo usa-nos, por exemplo, em uma oração que ajudará em muito a Sua obra, na cura de algum enfermo, na direção que norteará alguém diante de uma escolha ou um labirinto. Enfim, tudo aquilo que fizermos sob a direção divina redundará em benefício para outrem e também para a sociedade.

É recompensador ser como oliveira verde. No entanto, na Bíblia, há várias advertências aos que mais parecem galhos secos. Esses, por não se deixarem reavivar pela ação do Santo Espírito, não prestarão para nada – a não ser para serem colhidos e lançados no fogo (João 15.1-6).

É bom você se examinar e orar para que sua vida seja frutífera como a oliveira verde, pois Jesus disse que, um dia, virá procurar nossos frutos, e os achados improdutivos serão cortados e lançados na fogueira. Por outro lado, aqueles que forem produtivos serão podados para que produzam mais ainda.

O Senhor é glorificado na vida dos que frutificam em abundância, e o segredo para permanecer assim, como oliveira verde na Casa de Deus, é confiar nas misericórdias divinas. Quem age dessa maneira livra-se das quedas que, infelizmente, atingem muitos dos nossos irmãos. Esses, quando tropeçam, prejudicam bastante a obra de Deus, afinal, suas atitudes erradas servem de escândalo para que muitos fiquem de fora do plano da salvação.

Ora, sem a graça do Pai, qualquer pessoa é passível de cometer os mais sujos pecados, até mesmo os que enojam a sociedade perdida. Então, buscar a misericórdia do Alto é algo que nós, cristãos, devemos fazer incessantemente e com toda a nossa força. Nunca devemos deixar de pedir a graça divina, pois, com ela, seremos capazes de dizer sim aos convites dos Céus para cumprir o plano de Deus e, também, enfrentar e vencer qualquer situação adversa, fazendo o que agrada ao Senhor.

Realizar o que dá prazer ao Altíssimo é a fórmula do sucesso em todos os empreendimentos. Prova disso é que, examinando a vida dos que serviram a Deus no passado, vemos que muitos, por se deixarem usar por Ele, foram com oliveiras verdes na Casa do Senhor. Porém, alguns fizeram o caminho inverso e esfriaram, por exemplo, dando ouvidos à carne apodrecida ou agindo de forma gananciosa – e o final deles foi muito triste. Então, meu irmão, diferentemente desses, confie na misericórdia celeste e seja frutífero como a oliveira verde.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores