sexta-feira, 20 de abril de 2012

Não deixe a Palavra ficar infrutífera

“Mas os cuidados deste mundo, e os enganos das riquezas, e as ambições de outras coisas, entrando, sufocam a palavra, e fica infrutífera” Marcos 4.19.


Como há pessoas que se deixam enganar e tornam-se infrutíferas! Ainda hoje, mesmo após aproximadamente dois mil anos, a advertência do Senhor Jesus não tem sido levada a sério, e, por isso, muitas pessoas perdem o melhor de Deus. Elas ficam encantadas com os enganos das riquezas e deixam-se encher com os cuidados deste mundo e da ambição. Por isso, fica infrutífera a Palavra que foi destinada para produzir nelas e por elas o que Ela mesma anuncia.

Preste atenção ao que se passa com aqueles que não conhecem o Senhor Jesus, os quais podem ser divididos nos seguintes grupos: o primeiro é composto por quem dá cuidados a este mundo; o segundo, por aqueles que se fascinam com as riquezas; o terceiro, pelos que se dão à ambição de conseguir poder, reconhecimento e outras realizações.

Mesmo entre os servos do Senhor, há aqueles que se apegam ao engano e sufocam a Palavra, a qual Se torna infrutífera. Parece que nem todos aprenderam a lição. Ainda que o ensinamento do Mestre tenha sido transmitido há tanto tempo, existem pessoas que continuam cegas, lutando para ajuntar ou desfrutar mais, e, como resultado, perdem o melhor de Deus.

Os cuidados com as coisas deste mundo estão dominando muitos filhos do Senhor. Até parece que não aprenderam que não são do mundo e, portanto, não devem amar as coisas que, no mundo, existem (1 João 2.15). As riquezas fascinam, e não são poucos os que se oferecem para serem servos de Mamom. Há irmãos nossos que são possuídos pela ambição de serem políticos, milionários, famosos. Isso é laço do inimigo.

Quando o Senhor nos chamou para sermos membros da Sua família, Ele tinha um plano para nossa vida, o qual foi revelado na primeira vez que ouvimos o Evangelho e continua revelando-se cada vez que damos ouvidos à Palavra. A revelação nos é enviada com o propósito de que ela produza em nós a vontade divina.

Somos responsáveis se a Palavra ficar infrutífera. Há quem diga que, se algo não aconteceu, foi porque o Senhor não o quis, mas isso não é verdade. As atenções que damos às tentações impedem que o Pai cumpra o que nos falou.
Tire os tropeços que aparecerem em seu caminho, pois eles impedem a operação do Senhor. Deus quer realizar-Se em nós, e não devemos permitir que coisa alguma impeça o Pai de operar por nosso intermédio.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores