segunda-feira, 12 de março de 2012

Conheça a sua missão

"Porque aquele que operou eficazmente em Pedro para o apostolado da circuncisão, esse operou também em mim com eficácia para com os gentios" (Gálatas 2.8).
O Senhor mesmo é quem cumprirá cada missão para a qual Ele nos enviar. Ele tem vários planos para Seus filhos, por isso, o correto é entender onde e como Ele quer que realizemos Sua obra, e o mais Ele fará.
Quem escolhe ir por conta própria trabalha sozinho. No entanto, aquele que é enviado pelo Altíssimo irá tê-lO não como parceiro, mas como realizador da Sua vontade.

A Pedro, por exemplo, ele tinha destinado a circuncisão; a Paulo, os gentios. A mim e a você Ele tem confiado uma missão também. Então, procure conhecer a sua chamada e cumpra-a, pois quem faz a vontade de Deus vê o Senhor cumprindo as dEle também (Salmo 37.4,5).
O bom de nos propormos a cumprir a obra que o Altíssimo dá é que Ele mesmo irá realizá-la por intermédio de nós. O Senhor precisa de pessoas que se deixem usar por Ele. É o nosso Deus quem abre os olhos dos cegos e os ouvidos dos surdos; é Ele quem solta a língua dos mudos e faz os paralíticos andarem. O Todo-Poderoso nos dá forças para expulsar os demônios e destruir todas as obras do maligno. E nada, absolutamente, causa-nos dano algum (Lucas 10.19).
O Pai tem um propósito para todos os membros de Sua família (Salmo 139.5-16), e Seus planos são os melhores que poderíamos conhecer, pois darão a cada um de nós sucesso aqui nesta vida e, na eternidade, um lucro tremendo. Por isso, deixar de fazer a vontade divina é fracassar em todos os sentidos.

Quem for sábio deve “bater continência” e dizer: “Sim, Senhor!”. Uma vez entendendo o que Deus quer de você, ponha mãos à obra. Em alguns casos, é preciso preparar-se. Em outros, basta lançar-se, que Ele mesmo dará a direção. Mesmo quem se prepara, por exemplo, para o ministério, não deve deixar de seguir as orientações que Ele fornecerá. O segredo é fazer como Ele nos ensina.

Quem se propõe a realizar a vontade divina, mas não espera Suas diretrizes trabalha sozinho e nada produz (Provérbios 19.2; 20.25; João 15.5). Aliás, deixar de seguir o traçado do Altíssimo é colaborar com o inimigo. Mas, obedecendo ao Senhor, a pessoa irá tê-lO como realizador da obra.

Para Pedro, coube trabalhar com os da circuncisão; já Paulo foi enviado aos gentios. No entanto, se tivessem trocado os papéis, não teriam obtido sucesso. Deus nos delega diferentes tarefas, por causa da nossa personalidade e da capacidade de ouvirmos Sua voz e atendermos ao Seu chamado.

Entenda qual é a sua área de atuação e confie no Todo-Poderoso. Dessa forma, Ele irá realizar-Se em você, pois ser um fiel cumpridor da vontade divina é um segredo que deixará o Pai feliz.

Em Cristo, como amor,

R. R. Soares
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores