quarta-feira, 21 de março de 2012

Clamar continuamente


“Tem misericórdia de mim, ó Senhor, pois a ti clamo todo o dia” (Salmo 86.3).
 


Além do único Deus, Criador dos céus e da terra, não há outra fonte à qual possamos clamar.


No entanto, mesmo que houvesse uma, ela nem seria necessária, pois o Senhor é absoluto. Portanto, qualquer clamor feito a quem quer que seja – ainda que a alguém bem-intencionado – é dirigido ao demônio.

Ora, o desconhecimento da Palavra de Deus não exime ninguém da culpa pelo erro de orar à pessoa indevida. É verdade que o Altíssimo não leva em conta os pecados cometidos durante o período de incredulidade, mas admoesta todos a se arrependerem imediatamente (Atos 17.30). Ora, o Senhor não responde a uma oração feita a um ser diferente dEle, ainda que de modo inocente. Portanto, todos têm de examinar a Escritura, pois, nEla, aprenderão que o clamor deve ser feito exclusivamente a Deus (Jeremias 29.12). 

A grande vantagem de todos é que o Senhor é misericordioso. Portanto, sendo a Sua essência constituída de misericórdia, podemos orar pedindo que Ele Se compadeça de nós e nos atenda, mesmo que, faltando em nós conhecimento acerca dos assuntos espirituais, Ele veja a nossa incapacidade de compreendemos como o Seu poder opera.

Meu irmão, se a resposta não se manifesta, continue clamando, pois duas coisas podem ocorrer: ou o Senhor irá atendê-lo, por ver que você não tem a luz suficiente para determinar a bênção, ou ensiná-lo acerca do que fazer. O Pai sabe lidar com os Seus filhos, ainda que estes não estejam completamente inteirados do modo correto de tomar posse da bênção. Mas isso não quer dizer que podemos ficar preguiçosos e deixar de estudar Sua Palavra ou de prestar atenção ao que Ele nos ministra, pois, se assim for, seremos tomados como pecadores por errarmos conscientemente.


Em toda a Escritura, não encontramos uma só vez em que o Senhor não tenha atendido àqueles que O procuraram com fé. De fato, quem possui esse ingrediente está capacitado para suplicar ao Senhor e obter a resposta divina favorável. Deus jamais deixou de cumprir uma só de Suas promessas
(Hebreus 10.23b). Ao contrário, Ele garante que todo aquele que procura acha; o que bate tem a porta aberta, e o que pede recebe (Mateus 7.7,8).

As pessoas que lograram êxito nos dias bíblicos o fizeram por causa da fé que usaram. Na verdade, a fé sempre vence; ela é como uma declaração feita pelo Senhor de que estamos preparados para recebermos o que Ele nos declara pertencer. Foi por ela – e não por outro motivo – que os heróis bíblicos tiveram tantas vitórias (Hebreus 11), e conosco acontecerá o mesmo. 

Deus teve prazer em nos fazer povo dEle. Ao enviar Jesus para morrer em nosso lugar, Ele sabia a dor pela qual Cristo passaria. Mesmo assim, o Pai celeste entregou Seu Filho a fim de cada um de nós – deixando o império das trevas e entregando-se ao Salvador – alcance a salvação e seja recebido por Ele com alegria.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores