sábado, 29 de dezembro de 2012

Em qual multidão você está?


Pr. Lauro Doriel

lauro
A Bíblia narra, em Lucas 7.11-17, a história da viúva de Naim, uma mulher que viveu um drama muito grande: após perder o marido, seu provedor e companheiro, e ficar abalada financeira e sentimentalmente, perdeu também o filho, a única coisa de valor que lhe restara.

Cristo, então, foi à cidade, acompanhado de uma multidão. As pessoas estavam felizes, pois seguiam Jesus e obtinham Suas bênçãos. Do mesmo modo, aquela viúva também estava acompanhada de uma multidão. Porém as pessoas ao seu redor estavam tristes, porque choravam a morte de seu filho.

Provavelmente, aquela viúva dera um bom testemunho. Ora, caso não o tivesse feito, não teria o apoio da multidão. Isso nos serve de exemplo, pois, se dermos bons testemunhos, receberemos apoio nos momentos de luta.
Em qual multidão você está? Na da alegria ou na da tristeza? Se está triste, mude-se agora e seja feliz seguindo Jesus!

Pr. Lauro Doriel

domingo, 16 de dezembro de 2012

Mensagem R R Soares



"Fazei votos e pagai ao SENHOR, vosso Deus; tragam presentes, os que estão em redor dele, àquele que é tremendo." Salmo 76.11


Muita gente vive longe de Deus apesar de estar sempre na igreja. Só quem crê em Sua Palavra e pauta suas ações pelo que Ele diz consegue ficar ao Seu lado. Para essa pessoa, a vida é diferente do que para as outras. Por causa disso, ela nunca é vista reclamando de alguém, falando mal de uma situação ou amaldiçoando os outros, mas, ao contrário, está sempre feliz. Quem permanece com o Senhor mostra isso no modo de proceder.


Os que vivem ao redor do Altíssimo são conhecidos pela alegria que estampam em suas faces e pelo sucesso que obtêm na fé. Para eles, não existe tempo ruim nem período de crise, pois conseguem tirar água da Rocha. O que comem ou vestem é providenciado por Aquele que é, de fato, o Provedor das boas coisas. É assim que o Senhor gostaria que todos os Seus filhos vivessem; porém, muitos ainda não acordaram para esse fato.


O voto é um santo instituto. Quando Deus diz que é melhor não fazer o voto, é por causa dos que votam e não o pagam (Dt 23.21,22). Essas pessoas não medem as consequências de seus atos e não percebem que Deus não é como seus amigos, que não se importam que brinquem com eles. Ora, você não deve demorar a cumprir o voto feito ao Senhor. Mas saiba que, com tal declaração, Ele não está desencorajando-o a realizar um voto, mas mostrando-lhe o quanto ele é importante.


Ao falar com seriedade sobre isso, a Bíblia revela que o Pai deseja que Lhe façamos promessas, como Ele nos tem feito. O Senhor cumpre o que promete e, por isso, exigirá que paguemos tudo o que Lhe tivermos prometido. Portanto, quando seu coração sentir o desejo de prometer algo a Deus, faça-o; mas nem de longe pense em deixar de honrar o que você prometeu ao Altíssimo, pois Ele não o terá por inocente. Tudo relacionado a Deus deve ser levado a sério.


Quem não gosta de ganhar um presente, ainda que seja uma lembrancinha? Nesse aspecto, o nosso Pai não é diferente. Ele diz que você deve trazer-Lhe presentes. Quando amamos alguém, sempre desejamos levar algo para essa pessoa. Por amarmos ao Senhor, podemos esperar que o Santo Espírito nos incomode para também oferecermos presentes ao nosso Deus e, com isso, sermos brindados com Suas magníficas dádivas.


Por ser tremendo, Deus faz coisas que nos surpreendem. Se você se deixar levar pelo Espírito do Senhor, verá, dentro do que Ele lhe revelar, muitas coisas que Ele lhe tem preparado. Então, ao fazer algum voto, faça-o segundo a fé que lhe foi dada. Se a atitude do seu coração ao fazer o voto for santa, movida somente pela fé, saiba que Ele fará tudo para honrar a confiança que Lhe foi depositada.


Em Cristo, com amor,


R. R. Soares

domingo, 11 de novembro de 2012

R R Soares em Curitiba dia 14 de novembro de 2012



No amor de Deus e na paciência de Cristo



Ora, o Senhor encaminhe o vosso coração no amor de Deus e na paciência de Cristo. 
2 Tessalonicenses 3.5

O homem de Deus, ainda que seja muito usado pelo Senhor, precisa de orações. O diabo sabe que, se o fizer desviar do Caminho, não só conseguirá destruí-lo, mas também levará muitas pessoas com ele. Portanto, o melhor que você pode fazer por um servo do Senhor é orar para que ele tenha, no abrir de sua boca, a Palavra certa. Assim, ele cumprirá sua missão com louvor, pois ela se propagará e será glorificada.

Quem faz a obra divina precisa ser livre dos homens perversos. A pessoa que coloca obstáculo a um servo de Deus faz pior do que aquela que deixa um cego cair em um buraco, por exemplo, pois os que ministram a Palavra, principalmente, devem ser tidos em maior honra. A advertência de Jesus para quem fizer tropeçar um pequenino que crê no Senhor é por demais séria (Mc 9.42). Diante disso, não deixe o inimigo usá-lo para que alguém caia em transgressão.

Nem todos que se levantam para derrubar um servo do Senhor conseguem realizar tal feito. O Altíssimo é fiel para confirmar os Seus e guardá-los do maligno (Sl 41.11). No entanto, muitos têm sido usados para levar os ungidos do Senhor às portas do pecado, do desespero e da morte. Se há alguém de quem uma pessoa perdida deve ficar longe para não causar nenhum estrago é o servo de Deus, pois o juízo para ela será severo.

Incluem-se nesta advertência as pessoas que fizeram de tudo para seduzir os que serviam ao Senhor. Aqueles que se venderam ao demônio para colocar tropeço diante dos salvos igualam-se ao cobiçoso profeta Balaão, o qual se vendeu a Balaque, rei dos moabitas, para ensinar os inimigos do povo de Deus a colocar tropeço diante do povo santo. Ele teve sua recompensa (Js 13.22; 2 Pe 2.15), o que mostra, definitivamente, que errar não compensa nunca.

O segredo de ser bem-encaminhado é fazer o que o Senhor lhe tem dito. Os que se desviam da Palavra caem em transgressão e em muito sofrimento. Por que deixar o espírito do erro nos dirigir, se o Espírito Santo é o melhor Guia que temos? A missão do Consolador é nos guiar em toda a verdade. Portanto, jamais dê ouvido ao inimigo, pois ele deseja seu sofrimento. Ora, você foi chamado pelo Senhor para participar da Sua eterna glória (1 Pe 5.10)

O Espírito Santo é o Único que pode conduzir seu coração ao amor de Deus. Então, você terá tudo de que precisa para viver de modo digno da sua vocação. Não importa a oferta que o maligno lhe propôs, ele é mentiroso, falso e derrotado em tudo. Com ele, você só tem a perder; mas, com o Pai celeste, você ganhará todas as pelejas aqui (Js 23.10) e, por fim, terá o direito de entrar e possuir o Reino que nos está preparado desde o início de tudo (Mt 25.34).

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

III Congresso das mulheres que vencem do Paraná


Santa Ceia do Senhor - 11/11/2012




Convidamos você e sua família para participar das Reuniões Especiais de Santa Ceia, neste Domingo dia 11/11/2012, às 09:00hs e 18:00hs, na Igreja Internacional da Graça de Deus em Piraquara - PR.

Maiores informações pelo fone: (41) 3673-4412.

Contamos com a sua presença.

Em Cristo, com amor,

IIGD Piraquara

Av. Getulio Vargas, 756 - Centro - Piraquara - Pr

sábado, 3 de novembro de 2012

50.000 acessos! Obrigado!


Muito Obrigado!

"A palavra de Cristo habite em vós ricamente, em toda a sabedoria; ensinai-vos e admoestai-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, louvando a Deus com gratidão em vossos corações." Colossenses 3.16

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Vivendo em União com Jesus



"Que morreu por nós, para que, quer vigiemos, quer durmamos, vivamos juntamente com ele." 
1 Tessalonicenses 5.10

O evento mais importante está para acontecer e será com toda a capacidade divina. Em um piscar de olhos, o Senhor Jesus voltará a este mundo para buscar Sua Igreja. Assim, os que estiverem vivos serão transformados, e os que já morreram ressuscitarão (1 Co 15.52). Nada se compara a esse dia maravilhoso. Mas é importante vigiar para que, quando isso acontecer, você não seja pego de surpresa, pois ele virá como o ladrão, no meio da noite, o qual não avisa da sua chegada (1 Ts 5.2).

O cenário está sendo montado: o anticristo virá com sinais de mentira; se possível, ele enganaria até os escolhidos. No entanto, como temos o Espírito de Deus, saberemos discernir a aparição deste homem do pecado. Ele fará proezas na Terra, trazendo paz e segurança aos seus moradores, e, com isso, seremos odiados por todos. Mas os que perseverarem até o fim serão salvos; por isso, hoje é tempo de pregarmos a Palavra.

Quando os perdidos acharem que descobriram a solução para seus males, dizendo que há paz e segurança, uma repentina destruição lhes sobrevirá. O que está escrito não falhará, da mesma sorte como não falharão as dores de parto para a mulher grávida. Mas, para os filhos da luz, não haverá surpresas. Não devemos dormir espiritualmente, pois é tempo de vigiarmos e sermos sóbrios. Nosso Redentor virá para dar fim a toda maldade.

A noite tem caído sobre muitos que já eram salvos. Eles se convenceram de que as coisas do mundo não são tão ruins – apesar de a Palavra declarar o contrário (1 Jo 2.15 – ARA) –, e, com isso, estão dormindo o sono dos descuidados. O Dia do Senhor os pegará de surpresa, e, então, como as virgens loucas (Mt 25.1-13), eles não poderão entrar para a festa do Noivo. Há quem se tem embriagado com a fascinação das riquezas, o cuidado do mundo e a ambição. Pobres coitados!

Os que são de Deus devem buscar a sobriedade, vestir a couraça da fé e do amor e tomar o capacete da salvação (Ef 6.13-17). Não fomos destinados para a ira, mas para alcançar a salvação por meio da nossa fé em Jesus. O Senhor morreu para que vivamos em união com Ele, e este é o segredo que nos fará estar de pé e preparados para a vinda do Rei dos reis. Nada nos pode separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor (Rm 8.38,39).

Vive com o Altíssimo aquele que assume seu lugar na Palavra. No entanto, quem não lê a Bíblia não consegue vencer as tentações e, com isso, desliga-se de Jesus. Por outro lado, os que combatem crendo no que diz a Escritura são os que vivem com o Pai o tempo todo. Você os conhece, pois sabem fazer a obra, são fortes, valentes, animosos, guerreiros, sisudos em palavras, de boa aparência e, por fim, têm o Senhor com eles. 

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

domingo, 28 de outubro de 2012

O inverno acabou



"O meu amado fala e me diz: Levanta-te, amiga minha, formosa minha, e vem. Porque eis que passou o inverno: a chuva cessou e se foi. Aparecem as flores na terra, o tempo de cantar chega, e a voz da rola ouve-se em nossa terra. A figueira já deu os seus figuinhos, e as vides em flor exalam o seu aroma. Levanta-te, amiga minha, formosa minha, e vem. " Cantares 2.10-13


Muitos cristãos ainda não ouviram a voz do Senhor a convidá-los para a nova vida que Ele inaugurou para Sua Igreja (Hb 10.19,20): desde o dia em que Jesus ressuscitou, não há mais sofrimento eterno para o povo de Deus. Esta é a época em que Ele tem cumprido todas as Suas promessas, tornando-nos participantes da Sua natureza; porém, a mensagem que algumas igrejas e outras religiões disseminam ainda tem sido fraca, por mais bem-intencionada que seja.

Não basta saber que, em Jesus, fomos “levantados dentre os mortos” (Jo 5.24); o importante é caminhar e permanecer nessa certeza. Assim, seremos guiados a lugares seguros, pastos verdejantes e águas tranquilas (Sl 23.2). Com o Altíssimo à frente, não haverá porta que permaneça fechada, sofrimento que não tenha fim e mal que resista. Então, ainda que todo o Inferno se levante para nos segurar em suas teias, o nosso Deus, como um guerreiro firme e forte, jogará tudo por terra.

Pela graça divina que nos foi derramada, podemos dizer que nossa vida é formosa. Porém somos considerados amigos de Jesus quando fazemos o que nos é ordenado por Ele. Quem deixa de cumprir os mandamentos declara que não precisa da amizade do Senhor, separando-se dEle.

As Escrituras declaram: o inverno – o tempo de frieza espiritual, em que teríamos de nos “agasalhar” com o que estivesse à mão – já passou, e, agora, temos a unção divina, a qual nos mantém no padrão espiritual que Deus quer para a nossa vida. De igual maneira, a chuva, com todos os inconvenientes que traz – como catástrofes, impedimentos de locação e, às vezes, perda da colheita ou dos bens –, já acabou. Este é um tempo de prosperidade, de buscar o cumprimento do que nos foi prometido, de assumir a nossa posição em Cristo e fazer valerem nossos direitos como filhos de Deus. As flores já aparecem, e, se formos firmes em nosso posicionamento, faremos do mundo um jardim.

O tempo de chorar chegou ao fim; por isso, as lágrimas devem ser somente de alegria e satisfação pela nossa posição no Senhor Jesus. A figueira dá os seus figuinhos, e as vides exalam o seu aroma. Deus cumpriu toda a Sua promessa. Portanto, o momento é de festejar, erguer a cabeça e partir para a vitória total e completa em Cristo! Não há mais nada a ser feito, a não ser crer. O convite é para que a Igreja se levante e vá. É isso que o Todo-Poderoso está falando com você agora. Faça a sua parte!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Conselhos fracos



"Então, sua mulher lhe disse: Ainda reténs a tua sinceridade? Amaldiçoa a Deus e morre." Jó 2.9

Nem todas as pessoas merecem que lhes demos ouvidos, pois, se assim o fizermos, elas nos farão um mal muito grande. Isso pode ocorrer dentro da família, com os amigos mais chegados e na igreja, inclusive com pessoas reputadas como servas de Deus. Na verdade, se todo homem é tido como mentiroso e só o Senhor é verdadeiro, a melhor coisa a fazer é não atentar para os conselhos humanos, e sim para os do Pai celeste.

A saga de Jó é uma das mais tristes e lindas ao mesmo tempo. Quem a ler sem prestar atenção nos detalhes chegará a culpar Deus por ter ouvido o que o diabo Lhe falou. Mas a verdade é que tudo o que o homem plantar colherá (Gl 6.7). Jó era, de fato, íntegro, reto, temente ao Senhor e se desviava do mal. Porém, sem que percebesse, deixou o demônio colocar o medo em seu coração, e essa foi a causa de todo o seu infortúnio.

Não há maldição sem causa (Pv 26.2). Se, em sua vida, algo errado está sucedendo, procure a razão disso. Diante desse autoexame, ao descobrir o que deu ao maligno condições de oprimi-lo, acerte-se com o Senhor e com quem você ofendeu, pois só assim conseguirá fechar a porta para o inimigo. No entanto, enquanto estiver calado, sua estrutura se enfraquecerá. A Bíblia declara: O que encobre as suas transgressões nunca prosperará (Pv 28.13a).

O sofrimento do patriarca era intenso. De início, ele não entendia o que se passava. Sua mulher agiu como louca ao lhe propor amaldiçoar o Senhor e morrer (Jó 2.9). Certas pessoas acreditam que a morte seja o fim do sofrimento, mas, em muitos casos, ao morrer é que o verdadeiro sofrimento começará. Que tolo conselho! Como poderia alguém amaldiçoar Aquele que dá a bênção? Jó deveria tê-la mandado se examinar.

Da boca de pessoas que não andam em Espírito podem sair as piores orientações. Por isso, não caia na tentação de procurar ajuda fora da Palavra. Somente o Senhor é capaz de prestar socorro verdadeiro, pois, além de ser santo, Ele conhece todas as coisas e jamais nos ensinaria o que nos causasse prejuízo. Se Jó tivesse prestado atenção a tudo o que o Altíssimo disse, não teria deixado o medo dominá-lo.

Os fracos jamais deveriam aconselhar alguém sobre o que Deus revela, pois de uma fonte amarga não poderá sair água boa (Tg 3.11). Quem não tem o Espírito Santo não está vencendo as tentações; logo, este indivíduo poderá causar um grande mal à pessoa que ele propõe ajudar. Mesmo quem está em comunhão só deve abrir a boca se receber algo do Senhor para entregar. 

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

Uma só carne



quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Formando o caráter Cristão


"Não retires a disciplina da criança, porque, fustigando-a com a vara, nem por isso morrerá. Tu a fustigarás com a vara e livrarás a sua alma do inferno." Provérbios 23.13,14

Assim como as crianças precisam de ensinamento, os novos convertidos também. Eles são comparados a recém-nascidos; por isso, a vara – a Palavra de Deus – não pode ser retirada deles. Não há uma só pessoa que, sendo novata na fé, não tenha momentos em que suas ações mais parecem como as de uma criança. Logo, é bom não nos esquecermos dos primeiros dias em que começamos a andar na fé, quando o Senhor nos tratava com paciência de Pai.

Às vezes, achamos que estamos sendo por demais zelosos e rigorosos, mas a verdade é que a disciplina faz bem para os novatos na fé. Se eles não forem ensinados sobre o modo correto de proceder, crescerão com maus costumes e, então, farão algo que envergonhará os outros membros da família divina. O pior é que, dependendo da gravidade do ato, a salvação poderá até estar em perigo.

Por essa razão, fustigá-los com a vara é o que a Bíblia nos recomenda. Temos de ser firmes e sábios; porém, ao mesmo tempo, é preciso gerar, no recém-chegado ao Corpo de Cristo, o temor à vara – à Palavra. O “evangelho da facilidade” ensina que Deus releva os erros dos Seus filhos, mas isso é mentira, pois sabemos que daremos contas dos nossos atos. Jesus, em contrapartida, falou sobre o ranger de dentes e o fogo eterno, mostrando que haverá sofrimento para os rebeldes (Mt 13.42,50).

O Altíssimo sabe guardar os que aprendem Suas lições e garante que o recém-convertido não morre por ser fustigado com a vara, ainda que fique triste por um tempo. O importante é que, depois, aprende-se que é preciso haver respeito pelos assuntos divinos e pelo próximo. Portanto, jamais deixe de repreender com severidade quem começa a brincar com o dom de línguas e outras virtudes divinas, por exemplo.

O que é melhor: fazer o neófito sofrer um pouco com a repreensão ou deixá-lo crescer sem disciplina, desonrando a mensagem bíblica? Ora, assim como procedemos com a criança mal-educada, que não respeita o direito do próximo, fala alto, pronuncia palavras feias e faz coisas que envergonham seus pais, devemos fazer com o recém-chegado à família de Deus, evitando deixá-lo agir como tolo.

Na verdade, o Senhor ensina a castigar a criança com a vara a fim de que ela não vá para o Inferno. Isso porque, se não ensinamos a quem se converte a verdade e o modo correto de comportamento dos salvos, podemos entregá-lo ao inimigo. Depois, de quem será requerida tal perdição? 

É claro que em tudo o que fazemos para o Altíssimo tem de haver sabedoria e direção do Céu, pois, sem elas, podemos exceder na aplicação da disciplina. Por isso, não há nada melhor do que dar bom exemplo, o que ajudará na formação do caráter cristão.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

2 anos do Blog IIGD Piraquara!


O Blog está completando 2 anos de existência neste mês!

Não podemos deixar de Glorificar ao nosso Deus pela benção que este canal tem sido para nossas vidas e também na vida dos amados irmãos em Cristo que nos prestigiam com sua presença diariamente.

São grandes motivos para comemorar. Próximo aos 50.000 acessos, com mais de 400 mensagens publicadas e tendo alcançado Estados Unidos, Portugal, Belgica, Japão, Angola, França, Inglaterra, Espanha, Italia, Uruguai, Alemanha, Holanda, Paraguai, Argentina, Cabo Verde, Peru, Moçambique, Equador, Taiwan, Canada, Suiça, Noruega, Irlanda, Bolivia, Luxemburgo, Costa Rica, Mexico, Emirados Arabes, Russia, Ucrânia, Dinamarca, China, Venezuela, El Salvador, Colombia, Kenya, Chile, Guatemala, Honduras, Korea, Israel, Australia, Haiti, Romenia, além de todos os estados Brasileiros com a mensagem do Evangelho. 
Nos sentimos felizes por poder participar da Grande Comissão dada pelo nosso Senhor Jesus Cristo (Mc 16.15) atraves desta ferramenta incrivel que é a internet.

 O que começou apenas com a simples idéia de divulgar mensagens aos membros de nossa Igreja local, como uma pequena semente lançada ao solo, tornou-se uma grande e frondosa árvore pela qual hoje temos visto muitos frutos.
Como diz a Palavra em Marcos 4.26-28 "Disse também: O reino de Deus é assim como se um homem lançasse semente à terra, e dormisse e se levantasse de noite e de dia, e a semente brotasse e crescesse, sem ele saber como. A terra por si mesma produz fruto, primeiro a erva, depois a espiga, e por último o grão cheio na espiga."

O nosso muito Obrigado a todos os nossos visitantes, amigos, irmãos e parceiros sempre presentes em nossas vidas e em nossas orações!

Ao nosso querido Pastor Jamil, incontáveis vezes o Anjo do Senhor presente em nossas vidas.

Muito obrigado ao Espírito Santo que nos dirige em cada momento de nossas vidas.

E especialmente, a Jesus Cristo, a quem devemos toda Honra e Glória!



segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Para refletir



"Lembrai-vos, porém, dos dias passados, em que, depois de serdes iluminados, suportastes grande combate de aflições; pois por um lado fostes feitos espetáculo tanto por vitupérios como por tribulações, e por outro vos tornastes companheiros dos que assim foram tratados. Pois não só vos compadecestes dos que estavam nas prisões, mas também com gozo aceitastes a espoliação dos vossos bens, sabendo que vós tendes uma possessão melhor e permanente. Não lanceis fora, pois, a vossa confiança, que tem uma grande recompensa. Porque necessitais de perseverança, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. Pois ainda em bem pouco tempo aquele que há de vir virá, e não tardará. Mas o meu justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. Nós, porém, não somos daqueles que recuam para a perdição, mas daqueles que crêem para a conservação da alma."

Hebreus 10.32-39

A Santificação dos Ouvidos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores