quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Sendo coerentes

“Insensatos! Quem fez o exterior não fez também o interior? Mas dêem o que está dentro do prato como esmola, e verão que tudo lhes ficará limpo. Ai de vocês, fariseus, porque dão a Deus o dízimo da hortelã, da arruda e de toda a sorte de hortaliças, mas desprezam a justiça e o amor de Deus! Vocês deviam praticar estas coisas, sem deixar de fazer aquelas.”. Lucas 11.40-42

O que é que Deus deve pensar quando somos escrupulosos em dar tudo que devemos a Ele, mas, ignoramos os filhos necessitados dele ao nosso redor? E não é só dinheiro. Será que temos dado o perdão que devemos? Será que temos dado o tempo e a atenção que temos em abundância? Misericórdia, respeito e tratamento justo são todos "moedas" que devemos a todos criados na imagem de Deus. É importante fazer a nossa  contribuição na igreja. Porém, se somos verdadeiros filhos de Deus, daremos também aos outros filhos dEle tudo que nos cabe, que é muito mais que prata e ouro.

Quem, Senhor, habitará na tua tenda? quem morará no teu santo monte? Aquele que anda irrepreensivelmente e pratica a justiça, e do coração fala a verdade; que não difama com a sua língua, nem faz o mal ao seu próximo, nem contra ele aceita nenhuma afronta; aquele a cujos olhos o réprobo é desprezado, mas que honra os que temem ao Senhor; aquele que, embora jure com dano seu, não muda; que não empresta o seu dinheiro a juros, nem recebe peitas contra o inocente. Aquele que assim procede nunca será abalado.” Salmos 15.1-5

Um abraço,

IIGD Piraquara
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores