quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Não fique para fora


E o seu filho mais velho estava no campo; e quando veio, e chegou perto de casa, ouviu a música e as danças.
E, chamando um dos servos, perguntou-lhe que era aquilo.
E ele lhe disse: Veio teu irmão; e teu pai matou o bezerro cevado, porque o recebeu são e salvo.
Mas ele se indignou, e não queria entrar.
E saindo o pai, instava com ele. Mas, respondendo ele, disse ao pai: Eis que te sirvo há tantos anos, sem nunca transgredir o teu mandamento, e nunca me deste um cabrito para alegrar-me com os meus amigos;
Vindo, porém, este teu filho, que desperdiçou os teus bens com as meretrizes, mataste-lhe o bezerro cevado.
E ele lhe disse: Filho, tu sempre estás comigo, e todas as minhas coisas são tuas;
Mas era justo alegrarmo-nos e folgarmos, porque este teu irmão estava morto, e reviveu; e tinha-se perdido, e achou-se.” Lucas 15.25-32.

A mensagem de Jesus nos fala a respeito de duas situações distintas, a do filho mais novo que após perder sua herança volta para casa arrependido e do filho mais velho que, apesar de estar servindo ao pai há muitos anos, não gozava dos seus bens.

Na conversa entre pai e filho, notamos que o verdadeiro motivo do filho mais velho não aproveitar o que pertencia ao seu pai, era somente porque ele estava muito sossegado. Em outras palavras, ele não tinha acesso aos bens, porque não tomava posse deles!

Assim acontece com todo aquele que fica sossegado a respeito do que a Palavra de Deus fala.
Procedendo desta maneira, temos direito à herança, aos bens, mas não usufruímos deles.

Mas o Senhor, nosso Pai, não quer que seja assim.

Não se esqueça que Deus, através do nosso Senhor Jesus Cristo já nos abençoou com todas as bênçãos (Efésios 1.3).

“Tudo que é do Pai é do filho”, creio que esta é uma grande lição que o texto nos ensina.

Se por acaso não estamos vivendo as bênçãos do nosso Pai, pode ser que estamos agindo como o irmão mais velho que não tinha porque não pedia.
Jesus mesmo disse: “Pedi, e dar-se-vos-á” (Lucas 11.9).

Se não tomamos posse do que é nosso, não é o Pai que nos põe para fora da benção, mas nós mesmos é que acabamos escolhendo ficar fora da Graça.

Pense nisso,

Um abraço,

IIGD Piraquara.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores