quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Justiça de Deus


OUVE, SENHOR, a justiça; atende ao meu clamor; dá ouvidos à minha oração, que não é feita com lábios enganosos.” Salmos 17.1.

Davi sabia que nosso Deus não atenderia seu clamor, nem daria ouvidos à sua oração se acaso a Justiça não estivesse diante Dele.

Sabemos que, para que fossemos redimidos, Jesus foi feito Justiça de Deus (I Coríntios 1.30) e hoje está diante do Criador intercedendo por nós (Romanos 8.34).
Mas você já se perguntou para que Ele intercede por nós? Acaso é para ficarmos parados esperando as bênçãos caírem do céu? Ou para ficarmos confortáveis em nossas casas esperando o milagre chegar? Não, Jesus está à direita de Deus intercedendo por nós, até clamarmos concordando com a Palavra do Senhor!
Perceba no texto base desta mensagem que era isso que Davi fazia!

Se fizermos a oração da Fé, de acordo com a Palavra de Deus, estaremos clamando diante de Deus em concordância com a Justiça do Senhor, Jesus.

Nosso Deus não concorda com o pecado, não concorda com a miséria, doenças, solidão ou qualquer outra mazela que traga sofrimento para a vida humana.
Deus só tem coisas boas para seus filhos, nem mesmo pensamentos maus o Senhor tem a nosso respeito (Jeremias 29.11).

Mas para gozarmos das bênçãos de Deus, precisamos ter atitude de filhos de Deus. Precisamos clamar e orar de acordo com a vontade do nosso Senhor, com fé e ousadia. (Efésios 3.12).

Deus sempre concorda com Jesus, sua Justiça.
Agindo assim, podemos ter confiança de que nossa oração não é feita com lábios enganosos, pois estamos fazendo a vontade do nosso Pai.

Então amado, levante-se e clame, ore, participe das reuniões da sua Igreja, comece a agir na Palavra de Deus. Certamente a Justiça falará mais alto diante do Pai a seu respeito.

“Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão.” Hebreus 4.14

Em Cristo, com amor,

IIGD Piraquara.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores