terça-feira, 13 de setembro de 2011

ALIANÇA DE PAZ

“E farei com eles um concerto de paz; e será um concerto perpétuo; e os estabelecerei, e os multiplicarei, e porei o meu santuário no meio deles para sempre” (Ezequiel 37.26).


 


Com o pecado cometido por Adão, o homem ficou só e desamparado. Mas Deus, que é misericordioso, estabeleceu conosco uma aliança no sangue de Jesus, na qual há obrigações de nossa parte e promessas da parte divina. Se dermos atenção ao que o Altíssimo nos diz e cumprirmos Sua vontade, Ele promete tirar do nosso meio todas as enfermidades – os males que atacam o corpo, a alma e o espírito. No entanto, essa aliança não se refere somente aos problemas da nossa vida terrena, mas, sim, à remoção do pecado que, se não for feita, irá nos levar ao sofrimento eterno no lago de fogo.


Esse pacto é de soluções. Cumprindo nossa obrigação – que é a de seguir os mandamentos divinos –, o Senhor Se compromete em ser o nosso Deus. Ele combaterá em nosso favor e destruirá todos os ataques do inimigo. Com isso, sentiremos paz, que significa termos não somente tranquilidade de alma, mas também saúde para o nosso corpo e realização espiritual. Na Nova Aliança, sancionada no sangue de Jesus, foi derrubada a barreira que nos separava de Deus. Agora, temos livre acesso ao trono da graça e nada nos separa do Pai.


A Nova Aliança é eterna. Com isso, nossa salvação começa nesse momento e jamais será interrompida. De fato, estaremos para sempre ao lado do nosso Pai e longe do sofrimento reservado a todo aquele que não aceitar essa bênção maravilhosa, a qual foi providenciada para todos. Seremos privilegiados por cumprirmos, aqui nessa vida, a vontade divina.


A grande novidade desse versículo que estamos estudando é que fomos estabelecidos no eterno pacto de Deus, o qual resolveu para sempre os problemas do homem. Agora, já não existem mais condenações para nós; somos, em todos os sentidos, mais que vencedores (Romanos 8.37). Mesmo que o inferno teime em nos oprimir, isso jamais acontecerá, pois fomos transportados do reino das trevas para o maravilhoso Reino da Luz (Colossenses 1.13).


Preste atenção na seguinte promessa: Deus garante que nos multiplicará. Portanto, não seja egoísta, porque não seria bom entrar nos Céus sem pessoas que você deveria ter conquistado para Cristo. A Palavra do Senhor declara que os sábios “resplandecerão como o resplendor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça refulgirão como as estrelas, sempre e eternamente” (Daniel 12.3). Sendo assim, esforce-se para não ir sozinho para o Céu. Quanto mais pessoas você levar à salvação, melhor será a sua situação por toda a eternidade.


Deus garante que o Seu santuário está em nosso meio. Então, não temos de ir a nenhum lugar deste mundo para encontrá-lO. Os nossos direitos na Nova Aliança nos asseguram que não há limites para quem serve a Deus de todo o coração.


Meu irmão, você ganhou a sorte grande! Então, não deixe o diabo roubar-lhe a felicidade com a qual você foi premiado ao aceitar Jesus como Seu Salvador.


Em Cristo, com amor,


R. R. Soares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores