sexta-feira, 30 de setembro de 2011

2º Fruto – Alegria ou gozo

A alegria é a presença de Jesus em nós, ela foi descrita em Neemias 8.10b “porque este dia é consagrado ao nosso Senhor; portanto não vos entristeçais; porque a alegria do SENHOR é a vossa força.”.


A alegria pode ser manifesta em nossas vidas de muitas maneiras, sobretudo, devemos levar em conta diferenças no que diz respeito à fonte desta alegria.

As alegrias que vêm das coisas carnais, por exemplo, não duram, não tem continuidade. São na verdade baseadas em maneiras de se fugir de uma realidade, o que proporciona um gozo momentâneo, mas que invariavelmente terminam em curto tempo, trazendo ainda mais tristeza e frustração a alma humana.

O Fruto da Alegria, difere em relação à não estar ligada às coisas deste mundo mas sim ao Reino de Deus. Veja alguns exemplos disso:

Contentamento e regozijo por termos um Deus a quem podemos dirigir nossas orações, sabendo que Ele está perto:
Filipenses 4.4 "Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos. Seja a vossa eqüidade notória a todos os homens. Perto está o SENHOR. Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.".
 

Alegria na Palavra:
João 15.11 "Tenho-vos dito isto, para que o meu gozo permaneça em vós, e o vosso gozo seja completo.".
 

Alegria no Espírito:
João 7.37 "E no último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé, e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, venha a mim, e beba. Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre. E isto disse ele do Espírito que haviam de receber os que nele cressem". 

Alegria e Virtude em Jesus:
Lucas 10.21 "Naquela mesma hora se alegrou Jesus no Espírito Santo, e disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que escondeste estas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste às criancinhas; assim é, ó Pai, porque assim te aprouve".

Precisamos, pois, do Fruto da Alegria. Imagine alguém declarar servir a um Deus vivo, criador de todas as coisas e que nunca perdeu uma batalha, ao mesmo tempo em que demonstra ser uma pessoa triste! Não faz sentido algum, devemos nos alegrar no Espírito pelo que Ele é.

O salmista Davi disse:
"Servi ao SENHOR com alegria; e entrai diante dele com canto." Salmo 100.2.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

1º Fruto – Amor

Primeira e maior virtude do Fruto.

A origem do amor é Deus (I João 4.8)

O amor atinge perseguidores e inimigos. Jesus nos ensina isso em Mateus 5.44 “Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus.”Pedro em outra ocasião perguntou a Jesus em Mateus 18.21-22 “Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete?", e o Mestre lhe respondeu: “Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete.” Você crê que o amor humano seria capaz de algo assim? De forma alguma! Jesus respondeu assim a Pedro, porque o amor natural não suporta provas, mas o Amor verdadeiro (Fruto do Espírito) sim, por isso este amor é o óleo que lubrifica o mecanismo dos dons.

Leia I Coríntios 13 e saiba mais a respeito da suprema excelência do Amor.

Apenas uma coisa foi repreensível em Éfeso, a falta de Amor.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Frutos do Espírito

Nos próximos dias vamos compartilhar um estudo sobre os Frutos do Espírito, iniciando neste dia com um breve prefácio e em seguida continuando com o estudo separadamente pelos Dons em ordem.

Este estudo não tem a pretensão de elucidar todo o assunto, apenas abordaremos algumas considerações e, principalmente, esperamos que ele sirva de inspiração para que nossos leitores façam sua própria pesquisa Bíblica e recebam de Deus as maravilhas que Ele preparou para aqueles que O buscam.

Texto base: Gálatas 5.22
Correlatos: Salmos 1.3 – Mateus 12.33 – Efésios 5.9 – Mateus 7.16-20

O símbolo do Espírito Santo é apresentado nas Escrituras com uma pomba, as duas asas simbolizando equilíbrio entre Dons e Frutos (Lucas 3.22).
Os Dons não podem ser exercidos sem os Frutos, não funciona desta maneira.
Basta ler as escrituras para ver isso, Jesus falou mais dos Frutos do que dos Dons, podemos ver isso em Marcos 11.12-13 e Lucas 13.6, por exemplo.

Para que possamos dar inicio ao estudo, precisamos ter em mente as seguintes observações para uma melhor compreensão do assunto:
O Fruto se desenvolve a partir da conversão.
Os Dons são concedidos, o Fruto é produzido pelo crente.
Os Dons são completos, o fruto cresce e se desenvolve.
Os Dons vem do alto, o Fruto vem do caráter do Cristão ativado pelo Espírito Santo (Mateus 7.16-20).
Lembre-se, caráter é bem diferente de carisma.
Em suma, os Dons devem estar em equilíbrio com os Frutos.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Confie Nele

"Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João e os levou a um alto monte, onde ficaram a sós. Ali ele foi transfigurado diante deles. Suas roupas se tornaram brancas, de um branco resplandecente, como nenhum lavandeiro no mundo seria capaz de branqueá-las. E apareceram diante deles Elias e Moisés, os quais conversavam com Jesus. Então Pedro disse a Jesus: “Mestre, é bom estarmos aqui. Façamos três tendas: uma para ti, uma para Moisés e uma para Elias”. Ele não sabia o que dizer, pois estavam apavorados. A seguir apareceu uma nuvem e os envolveu, e dela saiu uma voz, que disse: “Este é o meu Filho amado. Ouçam-no!” Repentinamente, quando olharam ao redor, não viram mais ninguém, a não ser Jesus. Enquanto desciam do monte, Jesus lhes ordenou que não contassem a ninguém o que tinham visto, até que o Filho do homem tivesse ressuscitado dos mortos. Eles guardaram o assunto apenas entre si, discutindo o que significaria “ressuscitar dos mortos”. E lhe perguntaram: “Por que os mestres da lei dizem que é necessário que Elias venha primeiro?” Jesus respondeu: “De fato, Elias vem primeiro e restaura todas as coisas. Então, por que está escrito que é necessário que o Filho do homem sofra muito e seja rejeitado com desprezo? Mas eu lhes digo: Elias já veio, e fizeram com ele tudo o que quiseram, como está escrito a seu respeito”. Marcos 9:2-13
Malaquias havia profetizado que antes que o Messias viesse, o famoso profeta Elias voltaria para preparar o caminho (Mal 4:5-6).
O Elias que Deus enviou, no entanto, não foi um homem reencarnado ou ressuscitado.
Foi João Batista (Mat 17:13), que desempenhou um papel semelhante ao de Elias e assim cumpriu a profecia.
Fazia parte da profecia que este servo de Deus seria perseguido e rejeitado, bem como o próprio Messias.
Tudo isso Jesus confirmou.

Será que alguma coisa que nós sofremos ou perdemos no serviço ao Senhor hoje está fora do controle de Deus?
É um sinal do triunfo de Satanás?
Deus perdeu o comando do universo?

Às vezes pela nossa ansiedade parece que pensamos assim.

Deus estava tanto no controle das coisas que anunciou antecipadamente todo o sofrimento que Jesus e João passariam.
Está sofrendo ou passando por dificuldades?
É por causa do seu serviço a Jesus?
Confie nEle.

Às vezes é melhor não saber o que nos aguarda no futuro.
Mas, uma coisa sabemos - o futuro pertence ao Senhor.
E aqueles que a Ele pertencem têm seu futuro garantido.

Seja como Jesus, confie em seu Pai.

Um abraço,

IIGD Piraquara

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Levantar ou ficar prostrado

Atos 9.4 “e, caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?”

Há tombos que vem quando estamos fazendo algo contra Deus ou contra sua palavra e há tombos que vem por darmos lugar ao diabo. Marcos 9.20 “Então lho trouxeram; e quando ele viu a Jesus, o espírito imediatamente o convulsionou; e o endemoninhado, caindo por terra, revolvia-se espumando.”

Jesus disse: “Eu via Satanás, como um raio, cair do céu” Lucas 10.18
Satanás é caído e como tal, quer nos derrubar de qualquer maneira.

Mas Deus nos quer vencedores, como descrito em Jô 4.4 “As tuas palavras têm sustentado aos que cambaleavam, e os joelhos desfalecentes tens fortalecido.”

Para isso, você precisa de ajuda, precisa ser fortalecido e isso se consegue estando na Igreja, na presença do Deus vivo, foi para isso que Cristo a elegeu. Eclesiastes 4.10 “Pois se caírem, um levantará o seu companheiro; mas ai do que estiver só, pois, caindo, não haverá outro que o levante.”

Por isso, esteja com Deus, pois se Ele estiver com você, nunca ficará prostrado.
Mas se Ele não estiver contigo, você sempre estará caindo.

Lembre-se “O Senhor sustém a todos os que estão a cair, e levanta a todos os que estão abatidos” Salmos 145.14.

É você quem escolhe, levantar ou ficar prostrado!

Um abraço,

IIGD Piraquara

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Quem é Jesus?

Assim como leis físicas governam o universo físico, leis espirituais governam o seu relacionamento com Deus.

1.     Deus te ama e lhe oferece um maravilhoso plano para sua vida

(As referências contidas nesta página são da Bíblia e devem ser lidas em seu contexto sempre que possível)

Deus é amor

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16)

 

O Plano de Deus

[Palavras de Cristo] "O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância." (João 10:10)
Então, porque será que a maioria das pessoas não experimenta a vida abundante?
Por que...

2.     O Homem é pecador e separado de Deus. Assim, ele não pode conhecer e experimentar o amor de Deus e Seu plano para sua vida.

O Homem é pecador

"Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;" (Romanos 3:23)
O Homem foi criado para ter um relacionamento com Deus; mas, pelo seu desejo próprio, optou por sua independência, sendo quebrado o relacionamento com Deus. Este desejo próprio, caracterizado por uma atitude de rebelião ativa ou indiferença passiva, é a evidência do que a Bíblia chama de pecado.

O Homem está separado

"O salário do pecado é a morte" [separação espiritual de Deus] (Romanos 6:23)

Esta figura ilustra que Deus é santo e o Homem é pecador. Um grande abismo separa os dois. As setas ilustram que um homem continuamente tenta buscar Deus e a vida abundante através de suas próprias forças, tais como boa vida, filosofia ou religião – mas inevitavelmente falha.
A Terceira lei explica a única maneira de transpor este abismo...

3.     Jesus Cristo é a única provisão de Deus para o pecado do Homem. Através dEle você pode conhecer e experimentar o amor e o plano de Deus para sua vida.

Ele morreu em nosso lugar

"Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores." (Romanos 5:8)

Ele ressuscitou dos mortos

"... Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras. E que foi visto por Cefas, e depois pelos doze. Depois foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também." (1 Coríntios 15:3-6).

Ele é o único caminho para Deus

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” (João 14:6)

Esta figura mostra que Deus transpôs o abismo que nos separava dEle enviando seu filho, Jesus Cristo, para morrer na cruz em nosso lugar, pagando a pena de nossos pecados.
Porém, não é o bastante apenas conhecer estas três primeiras leis…

4.     Precisamos individualmente RECEBER Jesus Cristo como Salvador e Senhor; assim podemos conhecer e experimentar o amor e o plano de Deus para nossas vidas.

Precisamos RECEBER Cristo

Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome;” (João 1:12)

Recebemos Cristo pela fé

"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.    Não vem das obras, para que ninguém se glorie;" (Efésios 2:8,9)

Ao recebermos Cristo, experimentamos um novo nascimento

E havia entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus. Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele. Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo. O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito.” (João 3:1-8)

Recebemos Cristo por convite pessoal

[Palavras de Cristo] " Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo." (Apocalipse 3:20).
Receber a Cristo implica em voltar-nos, de nós mesmos, para Deus (arrependimento) e convidar Cristo a entrar em nossas vidas para perdoar os nossos pecados e para nos fazer o que Ele quer que sejamos. Não basta crer intelectualmente que Jesus Cristo é o Filho de Deus e que Ele morreu na cruz por seus pecados. Também não é o suficiente ter uma experiência emocional. Você recebe Jesus Cristo pela fé, como um ato de vontade.

Dois tipos de vida


a) A vida auto-dirigida

 

Você mesmo está no trono de sua vida. Seus interesses são guiados por você, resultando em discórdia e frustração. Cristo está fora de sua vida pessoal.

b) A vida dirigida por Cristo

 

Cristo está no trono. Você se rende a Cristo. Seus interesses são dirigidos por Cristo, resultando em harmonia com o plano de Deus.

Reflita:

  • Qual círculo descreve melhor sua vida?
  • Qual círculo você gostaria que representasse sua vida?
O texto a seguir explica como você pode receber Cristo em sua vida:

Você pode receber Cristo agora mesmo pela fé através de uma oração (falar com Deus):

Deus conhece seu coração e não está tão preocupado com suas palavras, como ele está com a atitude do seu coração. O texto a seguir é uma oração:

"Senhor Jesus, reconheço que sou pecador e preciso de Ti! Obrigado por ter morrido na cruz pelos meus pecados. Reconheço que és Deus. Abro a porta da minha vida e Te recebo como meu Salvador e Senhor. Obrigado por perdoar os meus pecados e me dar a vida eterna. Assuma o controle do trono de minha vida. Faça-me o tipo de pessoa que Tu queres que eu seja."

Esta oração expressa o desejo de seu coração? Se sim, convido-o a orá-la (falar em volume audível) neste exato instante, e Cristo virá até sua vida, como Ele prometeu.



 

As quatro leis espirituais foram desenvolvidas por Bill Bright e atualizadas por Global Media Outreach.
Copyright © 1995-2006 Campus Crusade for Christ International.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Você respeita o Filho?

"Disse então o senhor da vinha: Que farei? Mandarei o meu filho amado; a ele talvez respeitarão." Lucas 20:13 E você, tem respeitado o filho?

"Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele." JOAO 14:21
Não há outra forma de respeitar o filho, senão fazendo a vontade do Pai.

De outra forma, estaremos agindo como Hipócritas.

Jesus disse: "Este povo honra-me com os lábios; o seu coração, porém, está longe de mim." MATEUS 15:8 Não resista ao amor do Pai, respeite o sacrifício do Filho.

Pense nisso.

Um abraço,

IIGD Piraquara

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Conversão

"De manhã cedo, fui para o gabinete... Parecia que uma voz me perguntava: - 'Por que esperas? Não prometes-te dar o coração a Deus? O que experimentas fazer? - al­cançar a justificação pelas obras?' Foi então que vi, clara­mente, como qualquer vez depois, a realidade e a plenitu­de da propiciação de Cristo. Vi que sua obra era completa e, em vez de eu necessitar duma justiça própria para Deus me aceitar, tinha de sujeitar-me à justiça de Deus por in­termédio de Cristo... Sem o saber, fiquei imóvel, não sei por quanto tempo, no meio da rua, no lugar onde a voz de dentro se dirigiu a mim. Então me veio a pergunta: - 'Aceitá-lo-ás, agora, hoje?' Repliquei: - 'Aceita-lo-ei hoje ou me esforçarei para isso até morrer...' Em vez de ir ao gabi­nete, voltei para entrar na floresta, onde podia derramar a alma sem alguém me ver nem me ouvir."Porém, o meu orgulho continuava a se manifestar; passei por cima dum alto e andei furtivamente atrás duma cerca, para que ninguém me visse, e pensasse que ia orar. Penetrei dentro da mata cerca de meio quilômetro, onde achei um lugar mais escondido entre algumas árvores caí­das. Ao entrar, disse a mim mesmo: 'Entregarei o coração a Deus, ou então não sairei daqui'.

"Mas ao tentar orar, o coração não queria. Pensara que, uma vez sozinho, onde ninguém pudesse ouvir-me, podia orar livremente. Porém, ao experimentar fazê-lo, achei-me sem coisa alguma a dizer a Deus. Toda vez que tentava orar, parecia-me ouvir alguém chegando.

"Por fim, achei-me quase em desespero. O coração es­tava morto para com Deus e não queria orar. Então repro­vei-me a mim mesmo por ter-me comprometido a entregar o coração a Deus antes de sair da mata. Comecei a pensar que Deus já me tivesse abandonado... Achei-me tomado de uma fraqueza demasiadamente grande para ficar de joe­lhos.

"Foi justamente nessa altura que pensei novamente que ouvia alguém se aproximando e abri os olhos para ver. Logo foi-me revelado que o orgulho do meu coração era a barreira entre mim e a minha salvação. Fui vencido pela convicção do grande pecado de eu envergonhar-me se al­guém me encontrasse de joelhos perante Deus, e bradei em alta voz que não abandonaria o lugar, nem que todos os ho­mens da terra e todos os demônios do Inferno me cercas­sem. Gritei: 'Ora, um vil pecador como eu, de joelhos pe­rante o grande e santo Deus, e confessando-lhes os peca­dos, e me envergonho dele perante o próximo, pecador também, porque me encontro de joelhos para achar paz com o meu Deus ofendido!'

O pecado parecia-me horren­do, infinito. Fiquei quebrantado até o pó perante o Senhor. Nessa altura, a seguinte passagem me iluminou: 'Então me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei. E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração...'

"Continuei a orar e a receber promessas e a apropriar-me delas, não sei por quanto tempo. Orei até que sem sa­ber como, achei-me voltando para a estrada. Lembro-me de que disse a mim mesmo: 'Se eu me converter, pregarei o Evangelho'.

Carlos Finney
(1792-1875)
Diz-se acerca deste pregador, que se chamava Carlos Finney, que, depois de ele pregar em Governeur, no Estado de New York, não houve baile nem representação de teatro na cidade durante seis anos. Calcula-se que, durante os anos de 1857 e 1858, mais de 100 mil pessoas foram ganhas para Cristo pela obra direta e indireta de Finney.
Como se explica o seu êxito tão destacado nos anais dos servos da Igreja de Cristo? - Sem dúvida era, antes de tudo, o resultado da sua profunda conversão.
Fonte: Heróis da Fé - Orlando Boyer

Banda e Voz - Paraiso


Eu sei de um lindo lugar
Onde as calçadas não servem de abrigo
Prá criança que alguém rejeitou
Eu sei que neste lugar, não haverá um que seja inimigo
Pois ali só existe amor
Eu só queria entender, gente que sente prazer
Vivendo aqui neste mundo sem paz
Pessoas que pensam ser, donas de todo o poder
Pelo dinheiro que tem prá gastar
Eu vou prá esse lugar,
Onde não há violência nem medo
Nem o sangue inocente se esvai
Eu sei que esse lugar,
Foi preparado prá qualquer pessoa
Que recebe a Deus como Pai
É tão gostoso saber, que ele espera você
Braços abertos amor prá te dar
Jesus morreu por você
Não há mais tempo há perder
Falta tão pouco prá tudo acabar
Jesus é a nossa esperança só Ele é capaz
De transformar a tristeza, num canto de paz
Eu sei que nada acontece sem Ele deixar
Venha correndo prá vida
Que Ele morreu prá te dar
Você precisa entender,
Que nada aqui neste mundo é prá sempre
Cada um vai dar conta de si
É bem melhor garantir
A tua entrada na santa cidade
Só assim vai ser fácil sorrir
Depois é só desfrutar, a paz eterna sentir
Olhar alguém vendo nele um irmão
Vivendo neste lugar
A dor não vai existir
A alegria ao alcance das mãos
Jesus é nossa certeza de um novo amanhã
Com Ele a vida é perfeita, a paz nossa irmã
Eu sei que nada acontece sem Ele deixar
A vida que Ele oferece
Ninguém pode dar

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

O QUE VOCÊ OUVIU NO PRINCÍPIO

Portanto, o que desde o princípio ouvistes permaneça em vós. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também permanecereis no Filho e no Pai.
1 João 2.24

O Senhor Deus trabalhou muito para que, um dia, você desse ouvidos à Sua Palavra, e, quando isso ocorreu, Ele plantou a genuína semente em sua vida. Agora, você é dEle, e das Suas mãos ninguém o pode tirar. Para sempre, você está ligado a Ele e, por isso, o maligno não mais pode destruí-lo ou vencê-lo em combate algum. Então, não se afaste do Pai celestial nem deixe que as tentações o vençam e o dominem.

O Altíssimo não tira o que colocou em seu coração. Aquela semente plantada em sua vida foi preparada para a salvação da sua alma e, dentro dela, há o poder necessário para fazer de você um filho de Deus e mantê-lo como tal. Por isso, seja forte! É sua obrigação não se deixar vencer por nenhuma tentação. O Deus fiel e Pai de toda a criação tem um propósito lindo, perfeito e completo de felicidade para você desfrutar aqui e por toda a eternidade.

Não seja insensato! Desprezar o que o fez abrir os olhos fará com que você se perca para sempre. Ora, a Palavra enxertada em seu coração é apta para guardá-lo; ela é tudo de que precisa para não cair mais na lábia do inimigo. O diabo nunca foi, não é e jamais será seu amigo, e a proposta que ele fizer certamente será para aniquilar sua vida. O maligno não o ajudará nem lhe proporcionará a verdadeira alegria, pois tudo o que vem dele é puro engano.

A semente que germinou na sua concepção foi aquela que, dentre milhões de espermatozoides, penetrou no óvulo. Aquele embrião era você, e o Senhor o fez campeão. Sem dúvida, foi Ele quem o guiou, pois queria que você existisse. O mesmo se pode dizer da semente divina que lhe foi enviada: a mão do Pai plantou em você a preciosa e bendita Palavra.

O texto bíblico declara que, se a mensagem que abriu seus olhos continuar no seu coração, você também permanecerá no Filho e no Pai. Isso porque a Palavra que lhe foi destinada é um elo com o Altíssimo e, por Ela, você se torna inseparável dEle. Para sempre, estará nas mãos divinas. Não há ninguém com poder para separá-lo do amor de Deus. Assim, você e Ele serão sempre uma dupla inseparável, invencível e indestrutível. Ele será a sua vitória e a sua glória.

Contudo, usando alguma artimanha, o inimigo fará de tudo para você se desviar. Ele lutará para fazê-lo cair em tentação e, assim, perder-se para sempre. No entanto, fique firme, pois o Senhor que começou a boa obra em sua vida é poderoso para guardá-la até o dia da vinda de Jesus (Fp 1.6). Depois disso, você estará para sempre nos Céus com Cristo, onde não haverá demônio nem tentação para tirá-lo da santa presença.

Portanto, resista por mais um pouco de tempo. Assim, com a volta do Senhor Jesus, tudo de mau acabará, e você estará com Ele eternamente. É Cristo quem está escrevendo de modo lindo a sua nova e bendita história.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Reflita

"Deus retribuirá á cada um conforme o seu procedimento Ele dará vida eterna aos que,persistindo em fazer o bem buscam gloria,honra e imortalidade."
ROMANOS 2:6.7

"Contudo Senhor Tu és o nosso Pai Nós somos o barro Tu és o oleiro Todos nós somos obra das tuas mãos."
ISAIAS 64:8

terça-feira, 13 de setembro de 2011

ALIANÇA DE PAZ

“E farei com eles um concerto de paz; e será um concerto perpétuo; e os estabelecerei, e os multiplicarei, e porei o meu santuário no meio deles para sempre” (Ezequiel 37.26).


 


Com o pecado cometido por Adão, o homem ficou só e desamparado. Mas Deus, que é misericordioso, estabeleceu conosco uma aliança no sangue de Jesus, na qual há obrigações de nossa parte e promessas da parte divina. Se dermos atenção ao que o Altíssimo nos diz e cumprirmos Sua vontade, Ele promete tirar do nosso meio todas as enfermidades – os males que atacam o corpo, a alma e o espírito. No entanto, essa aliança não se refere somente aos problemas da nossa vida terrena, mas, sim, à remoção do pecado que, se não for feita, irá nos levar ao sofrimento eterno no lago de fogo.


Esse pacto é de soluções. Cumprindo nossa obrigação – que é a de seguir os mandamentos divinos –, o Senhor Se compromete em ser o nosso Deus. Ele combaterá em nosso favor e destruirá todos os ataques do inimigo. Com isso, sentiremos paz, que significa termos não somente tranquilidade de alma, mas também saúde para o nosso corpo e realização espiritual. Na Nova Aliança, sancionada no sangue de Jesus, foi derrubada a barreira que nos separava de Deus. Agora, temos livre acesso ao trono da graça e nada nos separa do Pai.


A Nova Aliança é eterna. Com isso, nossa salvação começa nesse momento e jamais será interrompida. De fato, estaremos para sempre ao lado do nosso Pai e longe do sofrimento reservado a todo aquele que não aceitar essa bênção maravilhosa, a qual foi providenciada para todos. Seremos privilegiados por cumprirmos, aqui nessa vida, a vontade divina.


A grande novidade desse versículo que estamos estudando é que fomos estabelecidos no eterno pacto de Deus, o qual resolveu para sempre os problemas do homem. Agora, já não existem mais condenações para nós; somos, em todos os sentidos, mais que vencedores (Romanos 8.37). Mesmo que o inferno teime em nos oprimir, isso jamais acontecerá, pois fomos transportados do reino das trevas para o maravilhoso Reino da Luz (Colossenses 1.13).


Preste atenção na seguinte promessa: Deus garante que nos multiplicará. Portanto, não seja egoísta, porque não seria bom entrar nos Céus sem pessoas que você deveria ter conquistado para Cristo. A Palavra do Senhor declara que os sábios “resplandecerão como o resplendor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça refulgirão como as estrelas, sempre e eternamente” (Daniel 12.3). Sendo assim, esforce-se para não ir sozinho para o Céu. Quanto mais pessoas você levar à salvação, melhor será a sua situação por toda a eternidade.


Deus garante que o Seu santuário está em nosso meio. Então, não temos de ir a nenhum lugar deste mundo para encontrá-lO. Os nossos direitos na Nova Aliança nos asseguram que não há limites para quem serve a Deus de todo o coração.


Meu irmão, você ganhou a sorte grande! Então, não deixe o diabo roubar-lhe a felicidade com a qual você foi premiado ao aceitar Jesus como Seu Salvador.


Em Cristo, com amor,


R. R. Soares

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Bom é falar das coisas de Deus

"Bom é louvar ao SENHOR, e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo; Para de manhã anunciar a tua benignidade, e todas as noites a tua fidelidade"
(Salmos 92:1-2)

Você tem louvado e falado de Deus a todo tempo?

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Pronto para agir



VERSÍCULO
Jesus foi enviado para os judeus, e não os gentios, como os
habitantes de Tiro e Sidom. Quando ele falou sobre isso não foi
para desprezar, mas, para diferenciar a prioridade. O termo
"cachorrinhos” era uma expressão popular que os judeus usavam para
os gentios. O termo grego se referia aos animais caseiros de
estimação. Jesus provavelmente estava falando assim porque era o
que a mulher esperava dele. Também serviu para que, dentro de uma
situação familiar, ela pudesse demonstrar que tipo de fé ela tinha.
Jesus estava pronto para todo tipo de situação. Para Jesus, o
planejado e o inesperado forneciam igualmente momentos oportunos.
Será que nós estamos atentos para momentos inesperados? Estamos
prontos para situações até incômodas para compartilhar nossa fé? Se
estamos, não há limite para aquilo que Deus pode fazer através de
nós. Ore agora para aquele momento durante o dia quando Deus vai
lhe dar uma oportunidade inesperada.

Às vezes, são os melhores momentos para deixar Jesus agir através de nós
.

Jesus saiu daquele lugar e foi para os arredores de Tiro e de
Sidom. Entrou numa casa e não queria que ninguém o soubesse;
contudo, não conseguiu manter em segredo a sua presença. De fato,
logo que ouviu falar dele, certa mulher, cuja filha estava com um
espírito imundo, veio e lançou-se aos seus pés. A mulher era grega,
siro-fenícia de origem, e rogava a Jesus que expulsasse de sua
filha o demônio. Ele lhe disse: “Deixe que primeiro os filhos comam
até se fartar; pois não é correto tirar o pão dos filhos e lançá-lo
aos cachorrinhos”.
Marcos 7:24-27

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Sem Medo De Vender O Papagaio



"Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar..." (2 Timóteo 2:15)."Procure viver a vida de tal maneira que não tenha vergonha de vender o papagaio da família para a maior fofoqueira da cidade." (Colleen Spencer)

 Qual tem sido a nossa conduta diária? Como temos vivido nos momentos em que estamos longe da igreja ou dos irmãos que nos conhecem apenas das reuniões? Como temos agido nas empresas que possuímos ou que trabalhamos? Temos sido honestos em nossos negócios, em nossas compras, em nossos pagamentos? As pessoas que conosco convivem, fora da igreja, podem ser convidadas para ir conosco louvar ao Senhor ou ficariam surpresas em saber que temos Jesus no coração?

Quando damos lugar, verdadeiramente, ao Senhor em nossas vidas, nada temos a temer em relação às pessoas com quem nos relacionamos. Não precisamos escolher palavras com receio de que descubram nossa hipocrisia e nem que nos peguem em uma mentira qualquer. Se estamos na verdade e fomos por ela libertos, todas as nossas atitudes e tudo o que falamos servirá de louvor e glória ao nome do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Não somente os possíveis "papagaios de família" como todos os nossos parentes e amigos testificarão de que somos filhos de Deus e que nada temos que possa nos envergonhar.

Andar com o Senhor nos alegra o coração, nos enche de regozijo em tudo o que fazemos, nos motiva na hora de buscar a realização de um sonho, nos dá forças e perseverança ao enfrentarmos decepções e fracassos. Viver na presença do Senhor nos impede de cair nas armadilhas do mundo, de fraquejarmos na fé, de desistirmos por falta de esperança.

Se você deseja viver em plena felicidade e não ter medo de que um papagaio espiritual espalhe o que você faz em secreto, deixe Jesus dirigir , todos os dias, a sua vida.

Um abraço,

IIGD Piraquara

Fonte:
http://intervox.nce.ufrj.br/~tprobert/

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

DiscoPraise - Tudo o que amo está em Ti

Conheça a canção "Tudo que amo está em Ti", a música de trabalho do novo CD da DiscoPraise. Mais um lançamento Graça Music. Em breve, nas lojas de todo o Brasil.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores