quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Distante de Deus

“Bem profetizou Isaías acerca de vocês, hipócritas; como está escrito: ‘Este povo me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim'."Marcos 7:6 



Dizem que o inferno estará cheio de boas intenções. Certamente estará cheio de pessoas de boas palavras e aparências impecáveis. E haverá muitas surpresas.

O coração voltado para Deus, que O busca e se submete a Ele irá produzir um louvor e um testemunho poderoso.

Mas, só as palavras em si não revelam o estado do coração. É possível ter toda a aparência sem ter o coração.
Pregações, palavras graciosas e louvores encantadores não provam o que está dentro de um homem ou uma mulher.
Só Deus vê isso, e é a parte mais importante e onde tudo está revelado.

Como é que um coração chega tão "longe" de Deus?
Talvez parte da resposta seja que seu dono pensou que havia algo mais importante, como a aparência.

O que é mais importante para nós?
Aonde está o seu coração?
Deus sabe.
Será que você sabe?

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Casa Limpa

"Vós já estais limpos, pela palavra que vos tenho falado"João 15:3. 

Um dia, eu estava ensinando à minha classe bíblica de crianças e contei sobre a visita de Jesus à casa de Marta e Maria. Eu expliquei, com detalhes, como Maria e Marta se apressaram para limpar a casa e fazer uma comida especial. Então, fazendo uma pausa, eu perguntei: "O que você faria se Jesus fosse visitar sua casa hoje?" Uma pequena menina, rapidamente, respondeu: "Eu poria a Bíblia sobre a mesa". (Louise Day)

A nossa ilustração poderia ser interpretada de várias maneiras, mas, prefiro entendê-la da seguinte forma: A Bíblia é o que de melhor temos para limpar nossa casa e a comida mais especial para um crescimento espiritual firme e saudável.

Quando não permitimos que a Palavra de Deus faça uma limpeza total em nós, logo nos enchemos das traças do egoísmo, das teias de aranha de mágoas e rancores, das manchas de vaidade e da poeira constante de todo tipo de pecado.

A Palavra de Deus nos limpa e, ao mesmo tempo, nos alimenta. Quando nos deixamos purificar pelos ensinos do Senhor, tornamo-nos mais alvos que a neve e mostramos o brilho da presença de Cristo em cada passo dado. O nome de Jesus é exaltado e somos fortalecidos pela alegria de Seu coração.

Se antes nos alimentávamos de ódio, indiferença, incredulidade e vícios, passamos, com a palavra, a desfrutar de uma comida mais do que especial. Nossa alma passa a provar do amor de Deus, de Sua misericórdia, de Suas promessas maravilhosas. Nosso coração passa a sentir os efeitos das vitaminas da fé e da esperança e, limpos e alimentados, nossos dias se tornam cheios de júbilo e felicidade.

E você, que faria ou o que está fazendo para receber a visita do Senhor em sua casa?


sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Como testemunho contra eles

"Na casa em que vocês entrarem, fiquem ali até partirem. Se não os receberem, sacudam a poeira dos seus pés quando saírem daquela cidade, como testemunho contra eles”. Então, eles saíram e foram pelos povoados, pregando o evangelho e fazendo curas por toda parte.
Lucas 9:4-6 

Para que servia esta instrução curiosa de sacudir a poeira dos pés de cidades que rejeitariam o Evangelho? Serve para alertar os discípulos de antemão que haverá rejeição.

Por mais sincero que o discípulo seja e por melhor que ele tenha comunicado o Evangelho, sempre haverá pessoas que irão rejeitá-Lo. Embora seus pecados possam parecer insignificantes, o estado dessas pessoas será pior no dia do juízo do que cidades como Sodoma e Gomorra (Mt 10:15).

O discípulo não deve rogar praga ou pronunciar julgamento. Isso não é seu papel.

Ele apenas realiza um pequeno ato que simboliza a rejeição de Deus em relação a tudo associado a estas pessoas, até a menor partícula.
O discípulo apenas manifesta da parte de Deus para com estas pessoas o que elas já disseram para Deus. 

Um abraço,

IIGD Piraquara 

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Volte Para Casa

de Max Lucado

A prática de usar coisas terrenas para esclarecer verdades celestiais não é uma tarefa fácil. Todavia, ocasionalmente, encontramos uma história, uma lenda ou fábula que transmite uma mensagem tão exatamente como centenas de sermões e com uma criatividade dez vezes maior. Esse é o caso da leitura abaixo. Eu a ouvi contada pela primeira vez por um pregador brasileiro em São Paulo. Embora a tivesse repetido inúmeras vezes, sua mensagem me aquece e me dá nova segurança sempre que faço uma recapitulação da história.

A casinha era simples mas adequada. Ela consistia de um quarto amplo numa rua empoeirada. Seu telhado de telhas vermelhas era um dentre os muitos naquele bairro pobre na periferia da cidade. Era uma casa confortável. Maria e sua filha, Cristina, haviam feito o possível para acrescentar cor às paredes cinzentas e calor ao chão de terra batida: um velho calendário, uma fotografia desbotada de um parente, um crucifixo de madeira. A mobília era modesta: um catre em cada lado do quarto, uma pia e um fogão a lenha.

O marido de Maria morrera quando Cristina era criança. A jovem mãe, recusando teimosamente casar-se de novo, arranjou um emprego e criou a filha do`melhor modo que pôde. Agora, quinze anos mais tarde, os piores anos tinham passado. Embora o salário de doméstica recebido por Maria não lhes permitisse muitos luxos, ele era certo e fornecia às duas alimento e roupas. Cristina tinha também chegado a uma idade em que poderia arranjar um emprego e ajudar a mãe.

Alguns diziam que Cristina puxara à mãe em sua independência. Ela repelia a idéia de casar-se cedo e criar uma família, embora pudesse escolher entre vários pretendentes. Sua pele morena e olhos castanhos atraíam uma série de candidatos à sua porta. Ela tinha um jeito especial de jogar a cabeça para trás e encher o ambiente de riso. Tinha também aquela magia rara que algumas mulheres têm de fazer com que o homem se sinta um rei só por estar a seu lado. Mas a sua maneira irônica de tratar as pessoas mantinha todos os homens a uma certa distância.

Cristina falava muito de ir para a cidade. Ela sonhava em trocar seu bairro poeirento por avenidas suntuosas e a vida citadina. Essa idéia horrorizava a mãe. Maria imediatamente lembrava Cristina dos males das cidades grandes. "As pessoas não conhecem você. Os empregos são difíceis de achar e a vida é cruel. Além disso, se fosse para lá, como iria viver?"

Maria sabia exatamente o que Cristina faria, ou teria de fazer para sustentar-se. Foi por isso que seu coração partiu-se ao acordar certa manhã e ver vazio o leito da filha. Maria soube na mesma hora para onde ela havia ido e sabia também o que deveria fazer para encontrá-la bem depressa. Jogou algumas roupas na mala, reuniu todo o dinheiro que tinha e saiu correndo de casa.

A caminho do ponto de ônibus entrou numa lojinha para a última compra. Fotos. Ela sentou-se na cabine de fotografia, fechou a cortina e tirou fotos suas, gastando quanto pôde. Com a bolsa cheia de fotografias preto-e-branco de si mesma, ela tomou o primeiro ônibus que saía para o Rio de Janeiro.

Maria tinha certeza que Cristina não conseguiria ganhar dinheiro com facilidade. Sabia, entretanto, que ela era teimosa demais para desistir. Quando o orgulho se encontra com a fome, o ser humano faz coisas que jamais pensava fazer antes. Tendo conhecimento disto, Maria começou suas busca. Bares, hotéis, boates, qualquer lugar onde pudesse ha-ver uma meretriz ou prostituta. Foi a todos. E em cada lugar deixou sua foto — colada no espelho do banheiro, pregada num quadro de avisos de hotel, presa numa cabine telefônica. E no verso de cada uma escreveu uma nota.

Não demorou muito para que o dinheiro e as fotografias acabassem e Maria teve de voltar para casa. A mãe cansada chorou enquanto o ônibus iniciava sua longa jornada de volta para sua cidadezinha.

Algumas semanas depois a jovem Cristina desceu as escadas do hotel. Seu rosto mostrava-se pálido. Seus olhos castanhos não dançavam mais, alegres e buliçosos, mas falavam de sofrimento e medo. Seu riso se fora. Os sonhos que tivera se transformaram em pesadelo. Mil vezes quisera trocar aqueles inúmeros leitos por seu catre seguro. Todavia, a cidadezinha em que vivera se tornara de muitas formas distante demais.

Ao chegar ao pé da escada, seus olhos notaram um rosto familiar. Ela olhou de novo e ali no espelho do saguão estava uma fotografia da mãe. Os olhos de Cristina queimaram e sua garganta contraiu-se, enquanto atravessava o salão e removia a pequena foto. Escrita no verso da mesma, achava-se este convite atraente: "O que quer que você tenha feito, o que quer que se tenha tornado, não importa. Por favor, volte para casa."

Foi o que ela fez.

"Ele (o Filho) que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser..."

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

O caminho dos Justos


“Pois o Senhor observa o caminho dos justos...”. Salmo 1:6 ABV


Deus falará com você através dos relacionamentos.


Ás vezes, Ele lhe dará uma revelação direta; outras vezes será através dos seus relacionamentos que se comunicará com você.

Sua Palavra diz: “Lembre-se dos seus líderes que lhes falaram a Palavra de Deus” (Hebreus 13:7). Quem ministra à sua vida? A quem você se submete? Sem um bom apoio você viverá desprotegido e sem direção.

Deus falará com você através dos seus dons. “O dom abre o caminho para aquele que o carrega...” (Provérbios 18:16 NAS). Quando Deus estiver dirigindo seus passos, você não precisará arrombar a porta nem impor sua presença. O dom trará a solução e suprirá uma necessidade; você será bem-vindo, valorizado e recompensado.

Ele falará com você através dos seus pensamentos: “... nós temos a mente de Cristo” (1 Coríntios 2:16 NIV). Quando nossa mente é renovada pela sua Palavra e está em linha com a Sua vontade, Deus realmente pensa através de nós. Considere como isso é vantajoso! Deus falará conosco abertamente.

Paulo escreveu: “... porque se abriu para mim uma porta ampla e promissora, e há muitos adversários” (1 Coríntios 16:9). Deus abrirá portas para você, mas lembre-se de que juntamente com as oportunidades virão os desafios. É isso que edifica sua fé e o fortalece para o futuro.

Ele falará através de uma “palavra” de confirmação: “... uma voz atrás de você lhe dirá: ‘Este é o caminho, siga-o’” (Isaías 30:21). Note a palavra “atrás”. Essa palavra só vem depois de obedecer a Deus, deixando você saber que tomou uma boa decisão e está na direção certa.

Sim, você pode ser guiado por Deus. Sua Palavra diz: “O Senhor observa o caminho dos justos”. Um abraço,

IIGD Piraquara

Não se culpe, as misericórdias do Senhor se renovam a cada manhã!
Fonte: www.palavraparahoje.com.br

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Mensagem Missionário R R Soares

Vou deixar aqui a pregação que Jesus me deu na terça-feira (16/08/2011), em Cáceres.

Preguei sobre o Salmo 28.7: “O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele confiou o meu coração, e fui socorrido; assim o meu coração salta de prazer, e com o meu canto o louvarei”.

Não podemos ficar à beira do caminho, “mendigando” as bênçãos, irmãos. Devemos reivindicar a presença do Senhor em nossa vida, e a manifestação do poder dEle.

Que esta mensagem fale ao seu coração é a minha oração.

Em Cristo, com amor,

R R Soares

O Que É Tempo?



"... porque é tempo de buscar ao SENHOR, até que venha e chova a justiça sobre vós" (Oséias 10:12).
  


"O que é tempo? Quem facilmente e brevemente pode explicá-lo?
Quem pode compreendê-lo, até em pensamento, para expressá-lo em uma palavra?
O que nós discutimos mais familiarmente e conscientemente em conversação do que o tempo?
Seguramente, nós entenderemos quando conversarmos sobre ele, e também o entenderemos quando ouvirmos outros conversarem sobre ele. O que, então, é tempo?
Se ninguém me perguntar, eu sei; se eu quiser explicar a alguém que me perguntar, eu não sei."
(Augustine - Confissões)

O jogo de palavras do autor de nossa ilustração pode até nos confundir, porém, de uma coisa estamos seguros: é tempo de buscar a Deus!

É tempo de buscar e viver o amor do Senhor. É tempo de esquecer as coisas que para trás ficam.
É tempo de seguir em frente, com confiança, em busca de nossos sonhos e objetivos.
É tempo de abrir o coração para o Salvador, Jesus Cristo.

É tempo de não perder tempo, de aproveitar o tempo para sorrir, para cantar, para dançar de felicidade.
É tempo de estender a mão, de esquecer as mágoas, de responder ao chamado de Deus com um brado de regozijo - Eis-me aqui!

É tempo de acreditar mais e duvidar menos, é tempo de, mesmo sob tempestades de problemas, aguardar com fé o brilho do sol das bênçãos celestiais.
É tempo de acender a luz do nosso testemunho e não simplesmente esperar por um clarão no fim do túnel.
É tempo de subir montanhas na esperança de encontrar a campina de nossa felicidade.

Como explicar o tempo? Não importa... eu quero viver o tempo que Deus me concedeu, para ser uma bênção, para cantar e ser muito feliz.

Um abraço,

IIGD Piraquara

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Orar a Palavra de Deus

Devemos aprender a tomar posse das bençãos de Deus, da Palavra de Deus sobre nossas vidas.

Você precisa ter em mente que suplicar a benção do Senhor é desnecessário, pois Jesus morreu na Cruz do Calvário, levando sobre Si todas as nossas dores. (Is 53:4-5)


Mas como fazemos isso? Você deve estar se perguntando neste momento.

Eu gostaria de compartilhar algo que pode te ajudar; Experimente orar a Palavra de Deus na primeira pessoa.
Isso mesmo, leia crendo que as escrituras falam a seu respeito, determinando que se cumpram as promessas.

Vou dar um exemplo, vamos orar o Salmo 112:1-10
"1 Eu tenho temor do Senhor e nos seus mandamentos tenho grande prazer
2 A minha semente é poderosa nesta terra, a minha geração é abençoada
3 Sou próspero, e há muitas riquezas em minha casa. A minha justiça permanece para sempre.
4 Sou piedoso, misericordioso e justo, para mim sempre nasce luz nas trevas
5 Sou bom e sei dispor de meus bens com juízo
6 Nunca serei abalado
7 Não temo maus rumores, o meu coração está firme e confiando no Senhor
8 O meu coração está bem firmado e não temo até ver o meu desejo sobre os inimigos
9 Sou justo e faço o bem
10 Tudo o que os ímpios intentarem contra mim perecerá."

Outro exemplo, orar Provérbios 3:32:
"32 Sou sincero e tenho intimidade com Deus"

Vamos lá, tome posse de sua promessa, experimente. Parece simples demais não é mesmo?! Mas quem disse que precisa ser complicado?

Orar a Palavra de Deus tomando posse das bençãos ali contidas é uma boa forma de aprender de Deus e reinvidicar seus direitos em Cristo ao mesmo tempo em que ministra bençãos sobre sua vida!

Um abraço,

IIGD Piraquara

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Jejum que agrada a Deus

"Todavia me procuram cada dia, tomam prazer em saber os meus caminhos; como se fossem um povo que praticasse a justiça e não tivesse abandonado a ordenança do seu Deus, pedem-me juízos retos, têm prazer em se chegar a Deus! Por que temos nós jejuado, dizem eles, e tu não atentas para isso? por que temos afligido as nossas almas, e tu não o sabes? Eis que no dia em que jejuais, prosseguis nas vossas empresas, e exigis que se façam todos os vossos trabalhos. Eis que para contendas e rixas jejuais, e para ferirdes com punho iníquo! Jejuando vós assim como hoje, a vossa voz não se fará ouvir no alto." Isaías 58:2-4


O Jejum feito pelos motivos errados não tem efeito algum, nem tampouco agrada a Deus. O jejum feito por motivos egoístas é perverso.

Mas o jejum correto traz as promessas de Deus sobre nós. Traz intimidade com Deus.

Provérbios no capitulo 3, versículo 32 diz "Porque o perverso é abominável ao Senhor, mas com os sinceros Ele tem intimidade".

Sim, o jejum correto e sincero nos aproxima do Senhor.

Mas como seria então o jejum que Deus espera de nós?

A Resposta está em Isaías 58:7-9 "Porventura não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres desamparados? que vendo o nu, o cubras, e não te escondas da tua carne? Então romperá a tua luz como a alva, e a tua cura apressadamente brotará. e a tua justiça irá adiante de ti; e a glória do Senhor será a tua retaguarda. Então clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás, e ele dirá: Eis-me aqui. Se tirares do meio de ti o jugo, o estender do dedo, e o falar iniquamente..."Este jejum não te faz lembrar alguém a quem deveríamos seguir? "...o qual andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do Diabo, porque Deus era com ele." Atos 10-38b

Amado, ouça com atenção a voz de Deus, e quando quiser que Deus lhe ouça, jejue corretamente "Então clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás, e ele dirá: Eis-me aqui."
Um abraço,

IIGD Piraquara

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Esperança

"Voltai à fortaleza, ó presos de esperança;" Zacarias 9:12a

Zacarias falava trazendo esperança para seu povo a respeito da vinda de Jesus.

Entendo que "voltai à fortaleza" tem a ver com "volte-se para Deus, nossa fortaleza (Sl 46:1)", "olhe para Ele", veja quão grandes coisas fez o Senhor por nós (Sl 126:3).

Sim, Jesus é a nossa esperança e não devemos perdê-la de vista.

Por isso, pare de reclamar de sua condição, das lutas e dificuldades!

Olhe para Jesus e tenha Nele uma vida cheia de esperança!

Devemos viver cheios de esperança, devemos pensar esperança, devemos falar esperança.

Esperança é o fundamento na qual a Fé se apoia.

Para isso, precisamos frear a nossa língua de falar aquilo que não edifica, talvez tenhamos que orar como o Salmista "Põe, ó Senhor, uma guarda à minha boca; vigia a porta dos meus lábios!" Salmo 141:3.

Devemos começar a falar bençãos ao invés de maldição, "Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, Senhor, Rocha minha e Redentor meu!" Salmo 19:14.

Não podemos esquecer que a morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come bem do seu fruto (Provérbios 18:21).

Por isso amado, fale somente o que traz esperança e "...também (O Senhor Deus) hoje anuncio que te recompensarei em dobro." Zacarias 9:12b

Um abraço,

IIGD Piraquara

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Boas Novas


"O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos; a apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes; a ordenar acerca dos que choram em Sião que se lhes dê uma grinalda em vez de cinzas, óleo de gozo em vez de pranto, vestidos de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantação do Senhor, para que ele seja glorificado". Isaías 61:1-3
Deus nos capacita a pregar as boas-novas, restaurar vidas e a determinar libertação.

Podemos sim, determinar a libertação dos nossos familiares, amigos ou daquela pessoa que talvez você não conheça bem, mas que o Senhor tem lhe mostrado.

Podemos e devemos por em liberdade quem se encontra cativo pelo inimigo. Aqueles que estão algemados pelos vícios, situações financeiras, amargura, doença, opressão maligna, imoralidade e pecado.

Se o Espírito do Senhor está sobre você, Ele te ungiu com um propósito.

Deus não espera que sejamos santos "reluzentes e brilhantes" sem função alguma no seu reino. O Senhor espera que apregoemos que o tempo aceitável do Senhor é agora, não amanhã. O ano aceitável para a Salvação dos perdidos é neste instante. É no mesmo momento em que a Palavra se lhe revela ao coração. É no instante em que você sente de orar pelo seu irmão, ainda que não saiba naquele momento o motivo. É quando você decide obedecer a voz do Espírito sem questionar. É agindo pela Fé.

Devemos ter em mente que somos representantes do Reino de Deus nesta terra.
Por isso o Senhor Deus nos capacita "...a consolar todos os tristes; a ordenar acerca dos que choram em Sião que se lhes dê uma grinalda em vez de cinzas, óleo de gozo em vez de pranto, vestidos de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantação do Senhor, para que ele seja glorificado."

Glorifique a Deus com sua vida!

Que o Espírito do Senhor dirija seus passos, é a nossa oração!

Um abraço,

IIGD Piraquara

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Thalles Roberto em Piraquara


Slide Show THALLES ROBERTO em visita à
Igreja Internacional da Graça de Deus em Piraquara-Pr



segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Discipline seus pensamentos e palavras

"Do fruto da boca o coração (um homem moral) se farta, do que produzem os lábios se satisfaz (seja bom ou ruim). A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto." PROVÉRBIOS 18.20-21

Problemas fazem parte da vida, mas Deus tem provido uma forma poderosa para você livrar-se da preocupação e da ansiedade que normalmente acompanham os problemas.

Deus quer que coisas boas aconteçam em sua vida, mas você deve cooperar com Ele ao cuidadosamente escolher o que você pensa e fala.

Ao falar palavras negativas você está atraindo experiências negativas, mas, quando você fala palavras positivas e cheias de fé, pode esperar receber a bondade de Deus.

Sim, tempos de problemas são inevitáveis, mas é durante esses momentos que você tem a oportunidade de disciplinar seus pensamentos e palavras, obedecer a Deus e exercitar e aumentar sua fé.

Quando você escolhe a disciplina, escolhe a vida.
Um abraço,

IIGD Piraquara

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Santa Ceia do Senhor - 14/08/2011

João 6:53 "Jesus, pois, lhes disse: Na verdade, na verdade vos digo que, se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos."
Convidamos você e sua família para participar das reuniões especiais de Santa Ceia, no dia 14/08/2011, às 08:00 e 18:00hs, na Igreja Internacional da Graça de Deus
Av. Getulio Vargas, 756 - Centro - Piraquara - Pr

Contamos com sua preciosa presença.

Em Cristo, com amor,
IIGD Piraquara

Somos Predestinados

"Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade"
Efésios 1.11

A Bíblia discorre muito sobre quem somos por seguirmos Jesus Cristo. Se você estudar as características de um cristão, irá surpreender-se, pois um de seus atributos é ser predestinado. Esse termo, que foi mal compreendido durante a história da igreja, significa que fomos marcados desde o início para sermos santos e irrepreensíveis perante ele (Efésios 1.4) como grupo, e não como indivíduos.

A queda de Adão fez com que o homem perdesse muitos privilégios, como, por exemplo, a visita que o Criador lhe fazia na viração do dia. Mas, da mesma forma, com a vinda de Jesus, o homem recebeu muitas bênçãos: foi feito filho de Deus, herdeiro Seu e co-herdeiro com Cristo (Romanos 8.17), além de ministro da Nova Aliança. Isso significa que ele é propriedade particular do Senhor.

Muito nos surpreende saber que somos tantas maravilhas em Cristo. Contudo, as bênçãos do Senhor não param por aí. Diz a Palavra de Deus: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem são as que Deus preparou para os que o amam (1 Coríntios 2.9). Em Cristo, somos tudo em todas as coisas.

É importante sabermos que fomos predestinados. Em Sua sabedoria, o Senhor previu o que aconteceria e nos predestinou a sermos dEle. Isso não quer dizer que Ele escolheu uns para fazerem a vontade do inimigo e, depois, serem salvos, ou que separou outros para obterem a salvação, não importa o quanto tenham errado. Isso Ele não fez! Como Deus é amor (1 João 4.8 – ARA), Ele criou o plano da salvação da seguinte forma: quem dá ouvidos à Sua Palavra é salvo, recriado em Cristo e tem todas as bênçãos aqui mencionadas e as que ainda irá descobrir, tanto nessa vida quanto na eternidade.

A predestinação tem sido mal interpretada desde a primeira igreja cristã. Já se chegou a dizer que uns foram feitos para serem maus elementos e irem para o inferno, enquanto outros até suplantariam aqueles em erro, mas, ainda assim, seriam alcançados pela graça e herdariam a salvação. Não posso conceber que um Deus santo, o qual é amor, tenha feito a criação desse jeito. Ao contrário, as Escrituras declaram que Ele não quer que ninguém se perca (2 Pedro 3.9). Por isso, se os defensores dessa tese estivessem certos, Paulo estaria errado. Se Deus fez a escolha antecipadamente, por que declararia o contrário em Sua Palavra?

Em Cristo, somos a herança de Deus, e tudo o que somos nEle se deu pelo conselho da Sua vontade.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Ouça



"Vede, pois, como ouvis; porque a qualquer que tiver lhe será dado, e a qualquer que não tiver, até o que parece ter lhe será tirado."
Lucas 8:18



Que injustiça!
Dar para aqueles que já têm e tirar daqueles que pouco possuem?
É Jesus falando estas palavras?

O paradoxo da passagem se explica pela primeira e pela última frase.
O ponto todo é a valorização do que Jesus oferece.
É por isso que Jesus falou no versículo 8 "Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça!".

Aqueles que "têm" são aqueles que recebem o que Jesus oferece - o Evangelho e todos os dons e bênçãos do Reino.
Quando acreditamos em Jesus e obedecemos a Ele nós recebemos incontáveis bênçãos.
Quem tem ouvidos terá estas coisas. Eles receberão mais porque Deus ainda tem muito mais para nós que cremos nEle.
O segundo grupo é composto do tipo de pessoa "que pensa que tem".
O que ele "tem" pode ser bens materiais, auto suficiência, ou confiança em suas obras ou conhecimento.
Ele pensa que aquilo que possui tem valor, mas não tem.

Nada disso salvará.
Nada disso durará.
Tudo aquilo será perdido, tirado.

Por isso vamos considerar atentamente como ouvimos.

Se "damos" ouvidos para Jesus "receberemos" de volta vida em abundância.

Você já considerou como está ouvindo e a quem está realmente dando ouvidos?

Um abraço,

IIGD Piraquara

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Por que os desviados não são destruídos

“O SENHOR sustenta a todos os que caem e levanta a todos os abatidos”
(Salmo 145.14)
As pessoas que não conhecem as palavras de Deus nas Escrituras fazem declarações falsas. Os religiosos, então, são mestres em citar coisas que o Altíssimo jamais fez ou disse.

Sem dúvida, quem faz isso peca. O pecado da mentira é um dos piores, pois toda mentira é contra a verdade, e Jesus é a Verdade (Jo 14.6).
Eles fazem pior do que aqueles que não conhecem o Senhor.


Eu pensava nos desviados como pessoas para sempre desamparadas pelo Senhor.
Para mim, exceto se recordassem de onde caíram e se arrependessem, não teriam nenhuma misericórdia da parte de Deus. Não sei se alguém me falou isso, ou se eu mesmo inventei. A verdade é que conceitos iguais como – até piores – são criados e se tornam doutrinas.

Hoje, vejo que a verdade está bem longe disso. O Soberano é misericordioso e age diferentemente de como pensamos.
Um dia, quando, pela primeira vez, prestei atenção a esse versículo, eu me surpreendi.

Fiquei feliz, pois o meu coração doía por causa dos desviados. Percebi a necessidade de contar isso a todos os distanciados do caminho divino.

O Senhor não os entrega ao inimigo; ao contrário, Ele os sustenta. Seu coração amoroso, de fato, não gosta de ver ninguém perdido, nem mesmo os que O deixam por qualquer motivo.

Depois, passei a ver o quanto Deus é maravilhoso e surpreendente. Ele, o nosso Pai, verdadeiramente é Pai.

Todos os desgarrados do aprisco do Senhor precisam ouvir que eles não estão abandonados, mas muito bem sustentados. Deus espera somente que reconheçam que caíram e, então, decidam voltar. Com Seu infinito amor, Ele os abraçará, irá perdoar-lhes e os fará voltar à comunhão.

É preciso contar a todos os que caíram que Deus não os tem abandonado, não os está jogando na lama do pecado, mas, sim, levantando-os.

Por essa razão, muitos não aguentam ouvir hinos, cujo tema seja o amor divino, nem conseguem escutar uma mensagem sem derramar lágrimas. É muito bom saber que o Senhor age desse modo, pois, se assim não fosse, o prejuízo seria grande demais.

Se você caiu, não fique mais prostrado, vá ao Altíssimo em oração e confesse-Lhe seus erros. Ele lhe perdoará e o fará voltar à comunhão. O Todo-Poderoso lançará todos os seus pecados nas profundezas do mar (Mq 7.19), e você será vestido de novas vestes, calçado com autoridade e ainda receberá em seu dedo um anel de autoridade da família do Criador.

Quem se sente fraco e tem medo de cair de novo precisa falar disso ao Senhor, pois Ele o ajudará.

Não esqueça: Jesus jamais lançará fora quem, um dia, foi a Ele.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

terça-feira, 9 de agosto de 2011

HERANÇA AMALDIÇOADA






“E, depois da morte de Acabe, Moabe se revoltou contra Israel” (2 Reis 1.1).



 Nos tempos bíblicos, Israel teve o desprazer de ser liderado por Acabe, alguém que só pensava em si.


Sabe-se que, por intermédio desse rei, foram cometidas mais abominações para irritar o Senhor do que todos os outros que governaram as terras israelitas.

A paixão daquele líder pelas práticas erradas o levou, junto com sua esposa, a transformar a terra do povo de Deus em um grande centro de feitiçaria, como nunca visto antes.
Acabe e sua mulher, Jezabel, eram primorosos na obra do mal.

Certa vez, o governante quis, em seu coração, adquirir a vinha de Nabote, o jezreelita.
No entanto, diante da firmeza do proprietário em não lhe vender a plantação de videiras, Acabe acovardou-se, e Jezabel, tomando conta da situação, mandou matar Nabote a pedradas.
Esse exemplo demonstra como aquele casal agia com mãos de ferro. Além disso, Acabe, que era muito vaidoso, chegou a construir uma casa de marfim (1 Reis 22.39).
Em relação a guerras, ele até obteve sucesso em algumas, mas, em uma delas, foi morto por uma flecha atirada ao acaso.

Para repreender o rei, Deus, com Seu amor, enviou-lhe um cidadão de Gileade, o qual, mais tarde, ficou conhecido como o profeta Elias.

No entanto, por Acabe amar a maldade, não deu atenção a Elias, que, por intermédio divino, fechou os céus e, por três anos, não choveu nem caiu uma gota de orvalho em toda a terra de Israel.

Mesmo vendo a palavra do profeta prevalecer e testemunhado a derrota que Elias infligiu aos 450 profetas de Baal e aos 400 do poste-ídolo, Acabe não se corrigiu.
Tempos depois, o profeta o encontrou e profetizou sua morte e a de sua mulher, bem como a destruição de toda a sua família.

Então, diante disso, ele se humilhou, mas não se converteu verdadeiramente.

Tão logo Acabe morreu, as palavras de Elias cumpriram-se literalmente. De fato, os descendentes reais foram mortos, não havendo sequer um de sua semente que ocupasse mais o governo das dez tribos.

Também o povo de Moabe, que havia sido feito tributário a Israel, revoltou-se contra o domínio israelita.

Nada que se constrói sem a ajuda divina é bênção. Por exemplo, a pessoa encarregada das compras de uma empresa e que se deixa subornar, recebendo comissão pela sua “bondade”, no grande Dia verá que aquilo foi uma maldição para si e seus descendentes.
O mesmo descobrirá quem foi infiel no casamento, mentiu em juízo ou trouxe escândalo para a obra de Deus. A coisa é séria, meu irmão! Não se pode brincar com a paciência e a misericórdia do Pai.
Quem está na liderança de uma empresa, da igreja ou do lar precisa abrir os olhos e fugir das tentações. Há quem ouse levar irmãos à Justiça, desprezando a Palavra de Deus, e o pior é quando alguém leva ao tribunal a própria igreja, cujo Cabeça é Jesus.

Não seria mais produtivo sofrer o agravo, se é que ele existiu? Onde está o espírito de servos dessas pessoas? Pense nisso!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Amarás, pois, o SENHOR teu Deus


Lucas capítulo 18, versículos de 18 a 24 nos relata sobre um príncipe, que veio ao Mestre procurando saber o que deveria fazer para herdar a vida eterna.

O texto bíblico fala que Jesus o questionou a respeito dos mandamentos, se ele os conhecia.

Então o príncipe respondendo ao Mestre que tudo observava desde sua mocidade, ouviu Jesus revelar aquilo lhe fatava. Ele deveria entregar a única coisa que o impedia de entrar no reino dos céus. Era necessário que ele entregasse aquilo que estava ocupando o lugar de Deus em sua vida, as riquezas.

Jesus tem todas as respostas que você procura. Ele conhece muito bem o seu coração. Ele é a pessoa mais indicada para solucionar o seu problema, pois não há outro que o conheça melhor que Ele.

Mas você, ao procurá-lo, deve estar disposto a entregar aquilo que Ele lho pedir. Pode ser as riquezas deste mundo como no texto bíblico, pode ser um vício, pode ser aquele pecado que você aprendeu a amar, ou qualquer outra coisa que agrada o seu coração mas termina por ocupar o lugar de Deus em sua vida.

Se você não fizer essa entrega, sua busca terá sido vã.

O jovem príncipe ficou muito triste, porque amava as riquezas deste mundo como a um Deus. E apesar de ter buscado a Jesus, quando o encontrou ficou contrariado com a revelação de Deus.

Ele observava os mandamentos como dissera, mas não estava vivendo o mais importante deles, ele não Amava a Deus sobre todas as coisas.

Faço um convite para que examinemos pois, os nossos corações, e vejamos se em nós não existe algo ocupando o lugar do único e verdadeiro Deus.

E se houver, teremos nós mesmos que depor esse deus e abrir lugar ao único Senhor.

Note que Jesus ordenou ao Príncipe, que ele mesmo se desfizesse daquilo que o impedia de entrar no Reino de Deus.

Precisamos estar dispostos a amar o nosso Deus sobre todas as coisas, ou acabaremos sem salvação.

Deuteronomio 6-4:5
"Ouve, Israel, o SENHOR nosso Deus é o único SENHOR. Amarás, pois, o SENHOR teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças."

Um abraço,

IIGD Piraquara

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Jo 42 em Curitiba - 06/08/2011


6ª FEST JOVEM

É amanhã pessoal, não esqueçam!



JÓ 42 - A partir das 15:00hs na Sede da Igreja da Graça

Rua Nilo Cairo, 350 - Centro - Curitiba - PR

Informações pelo fone: (41) 3224-5981

Primeiro Amor

"Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, donde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; e se não, brevemente virei a ti, e removerei do seu lugar o teu candeeiro, se não te arrependeres."
Há tanto tempo - Heloísa Rosa

Apocalipse 2:4-5




Há tanto tempo tenho me perdido
Há tanto tempo tenho me esquecido...
Eu me afastei de Ti Senhor
Eu me afastei do Teu amor
E quando eu Oro, já não te vejo mais
E quando eu Canto, já não percebo mais
Eu me afastei de Ti Senhor
Ajuda-me a renascer em Ti
Jesus, eu estou voltando
Jesus, eu estou voltando, ao meu primeiro amor...
Para Ti Senhor

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

PÉSSIMA ESCOLHA


“E, se escolhia deuses novos, logo a guerra estava às portas; via-se, por isso, escudo ou lança entre quarenta mil em Israel?” - Juízes 5.8




Essa situação não foi planejada nos Céus. Israel, enquanto fosse fiel a Deus, não entraria em guerra – e que isso sirva de aviso para a igreja de hoje! Muitos cristãos têm escolhido deuses novos. No entanto, essa falta de temor ao Altíssimo, de confiar em Sua Palavra, está fazendo Seu povo sofrer tanto quanto os perdidos. Afinal, onde Se encontra Aquele que respondia aos profetas no passado? Onde estão as promessas para os servos do Senhor?

Os planos que Deus tem para nós são os melhores. Em Cristo, encontramos paz completa e solução para as situações mais difíceis. Porém, em muitos casos, não é o que vemos acontecer. É claro que o Todo-Poderoso não planejou essa condição para nós, mas a rebeldia do povo impede que o Ele aja em favor dos Seus. Sendo assim, os fracassos que vemos hoje são resultado de uma fé fraca, poluída e impotente para vencer as forças malignas.

Se Israel tivesse sido fiel ao Altíssimo, Deus não teria permitido que a guerra chegasse àquele território. Hoje, pode-se afirmar o mesmo em relação aos filhos de Deus. Quem guarda os mandamentos e os cumpre prova que ama o Senhor. Consequentemente, também é amado pelo Pai, e o próprio Jesus o ama e Se manifesta a ele.

Tudo o que foi escrito na Bíblia Sagrada serve de lição para nós. A igreja de Cristo deve dedicar-se mais à Palavra, e não desprezá-lA. Para receber as bênçãos e amar o bem, o certo é deixar de praticar o mal e passar a cumprir o mandamento divino. Assistir a certos tipos de filme, por exemplo, pode fazer com que alguém deixe o Senhor e se torne súdito de Eros – o deus mitológico da pornografia –, o qual nada mais é do que o próprio diabo. O mesmo acontece com os que mentem, enganam, traem etc. Eles assumem esse e outros deuses como senhor de sua vida.

Deixar de temer o Todo-Poderoso e começar a se deixar levar pelo erro farão de qualquer cristão um sofredor igual aos pecadores, pois o Senhor não pode guardar quem não se guarda. Nós nos tornamos servos daqueles a quem servimos. Então, devemos examinar, com cuidado, quem tem sido o Deus da nossa vida.

Muitos perguntam: “O Senhor mudou? Ele não responde mais hoje como fazia antigamente?”. Sem dúvida, Ele não mudou, e nunca mudará (Hebreus 13.8). Mas, nos dias bíblicos, nem todos tinham o Senhor operando em seu favor. Somente aqueles que, de fato, serviam-Lhe é que podiam contar com Ele, pois, sem fé, Deus não pode operar (Hebreus 11.6a).

Então, se você tem escolhido deuses novos, volte-se exclusivamente para o Altíssimo, e Ele cuidará de você, como sempre fez com quem Lhe serviu no passado.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

David Quinlan - Abraça-me


Quero ser como criança
Te amar pelo que És
Voltar à inocência
Acreditar em Ti
Mas as vezes sou levado
Pela vontade de crescer
Torno-me independente
E deixo de simplesmente crer

Não posso viver longe do Teu amor, Senhor
Não posso viver longe do Teu afago, Senhor
Não posso viver longe do Teu abraço, Senhor

Abraça-me, Abraça-me
Abraça-me com Teus braços de amor

Um coração de criança

"E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes (sem vos arrependerdes) e não vos tornardes como crianças (crédulas, humildes, amorosas, perdoadoras), de modo algum entrareis no reino dos céus. Portanto, aquele que se humilhar como esta criança (crédula, humilde, amorosa, perdoadora), esse é o maior no reino dos céus."
MATEUS 18.3-4


 As crianças crêem naquilo que ouvem.
Algumas pessoas dizem que crianças são ingênuas, que elas acreditam em tudo, não importa quão ridículo isso pareça.
Mas as crianças não são ingênuas, elas são crédulas.


Faz parte da natureza da criança confiar, a menos que ela tenha experimentado algo que lhe ensine o contrário.


Seu Pai celestial quer que você saiba que é um precioso pequenino, um filhinho para Ele, e que quando você vai a Ele como uma criança, demonstrando sua fé nEle, isso liberará o poder de Deus para cuidar de você.

Deus não é como as pessoas.

Se as pessoas no seu passado o machucaram, não deixe isso afetar seu relacionamento com o Senhor.
Você pode confiar nEle. Ele cuidará de você como um Pai amoroso.

Um abraço,

IIGD Piraquara

Fonte: Devocional Joyce Meyer

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Pr. Jayme de Amorim Campos em Curitiba

Atenção!

Dia 01 de Agosto às 14:00hs e 19:30hs, Reuniões com Pastor Jayme de Amorim Campos em Curitiba na Sede Estadual da Igreja Internacional da Graça de Deus
Rua Nilo Cairo, 350 - Centro - Curitiba - PR
Informações pelo Fone: (41) 3224-5981


Não perca esta oportunidade!

Venha receber a Palavra que vai transformar a sua vida!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores