quarta-feira, 25 de maio de 2011

Sejam persistentes

“…sejam persistentes nas suas orações...” – Efésios 6:18
 
Andrew Murray escreveu: “Muitos cristãos encaram como um fardo, uma obrigação e uma dificuldade ficarem a sós com Deus! Este é o maior impedimento à nossa vida cristã em qualquer lugar”.

Deus diz: “Clame a Mim, e responder-te-ei, e te mostrarei coisas… grandes que tu não sabes” (Jeremias 33:3 NKJV).

As respostas que você busca podem ser encontradas de joelhos. Jesus disse: “Se permanecerdes em Mim, e as Minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes e vos será feito” (João 15:7 NKJV). A oração é como um cartão de crédito; ela lhe dá acesso à sabedoria e aos recursos de Deus. Paulo escreveu: “...continuando perseverantes na oração” (Romanos 12:12 NKJV).

Conta-se a história de um soldado na Segunda Guerra Mundial que foi surpreendido esgueirando-se e voltando para seus aposentos quando saía de uma floresta. Levado à presença de seu comandante, e acusado de se comunicar com o inimigo, ele disse que havia apenas saído para orar. O comandante perguntou: “Você costuma passar horas sozinho orando?”. “Sim, senhor”, respondeu ele. “Então se ajoelhe e ore agora”, rosnou o oficial, “porque você nunca precisou mais de oração do que agora!”. O soldado ajoelhou-se e orou tão poderosamente que o seu superior gritou: “Chega, pode ir, acredito que se você não tivesse treinado tanto, não teria se saído tão bem na prova”.

A oração não é como um pneu sobressalente; você não pode deixá-la guardada no porta-malas e esperar que ela tenha eficácia quando precisar dela.

Você precisa ser “persistente nas suas orações”. Em outras palavras, permaneça em contato constante com Deus.   


Porção Diária: Leia 1 Rs 10-11, Mc 8:27-38, Sl 45, Pv 12:7-9

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores