segunda-feira, 30 de maio de 2011

Produzindo frutos

"Pois a terra que embebe a chuva, que cai muitas vezes sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a bênção da parte de Deus; mas se produz espinhos e abrolhos, é rejeitada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada." Hebreus 6:7-8

Quando estamos na igreja recebendo a Palavra de Deus, somos semelhantes a terra que embebe a chuva.
Se produzimos erva proveitosa para aquele por quem a terra é lavrada, recebemos a benção de Deus.

Mas se produzimos espinhos e abrolhos, somos reprovados.

Pense nisto, apesar de estarmos na igreja, recebendo a chuva (a Palavra) de Deus, isso não significa que vamos automáticamente produzir frutos.
Produzir frutos está relacionado diretamente à resposta que damos à Palavra que recebemos, ou seja, é uma decisão que tomamos em relação à Palavra. Dependendo desta decisão, se produzimos erva proveitosa, somos abençoados. Mas se produzimos espinhos e abrolhos, então somos reprovados.
Lembre-se do que aconteceu à figueira em Marcos capítulo 11-3:4, na qual Jesus não encontrou frutos "E, vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e, chegando a ela, não achou senão folhas, porque não era tempo de figos. E Jesus, falando, disse à figueira: Nunca mais coma alguém fruto de ti. E os seus discípulos ouviram isto".
O mestre espera encontrar frutos em você, as folhas ou a aparência, de nada vale.

Devemos viver com sabedoria, aplicando nas nossas vidas o que aprendemos da Palavra de Deus.

Se fizermos o bem conforme a direção de Deus, daremos muitos frutos e seremos benção nesta terra.

"Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade, e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecidiço, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito". Tiago 1:25

Tenha uma semana de muitos Frutos!

Um abraço,

IIGD Piraquara
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores